PRF recebe treinamento sobre DAT-e

prfA 21ª Superintendência Regional de Polícia Rodoviária Federal, composta pelos Estados de Rondônia e do Acre, será capacitada para coordenar a Declaração de Acidente de Trânsito eletrônica (DAT-e). A ferramenta online permitirá que boletins de acidentes de trânsito de pequeno porte sejam realizados pelos próprios condutores envolvidos no acidente, sem a necessidade da ida da PRF para o local. Ariquemes foi a última cidade de Rondônia a receber o curso, antes de Rio Branco, no Acre.

O site, que tem previsão para ser lançado em nível nacional no dia 15 de outubro, permitirá que condutores envolvidos em acidentes de pequeno porte em rodovias federais possam registrar seus próprios boletins de ocorrência. A DAT-e terá valor legal como Boletim de Acidente de Trânsito e servirá para seguradoras, como o seguro obrigatório DPVAT. “Qualquer uma das partes envolvidas no acidente terá 60 dias para registrar a declaração”, afirmou o inspetor Torres, chefe do Núcleo de Registro de Acidentes e Medicina Rodoviária, responsável pelo curso.

O inspetor Campos, chefe do Núcleo de Policiamento e Fiscalização (NPF) da PRF, ainda não conhece o site, mas já adianta que a ferramenta ajudará não só os envolvidos no acidente, mas a própria polícia. “Numa batida pequena, onde não há vítimas, a presença da polícia não será necessária. Os condutores terão tempo e autonomia e o contingente policial ficará disponível para casos mais sérios”, disse.

De acordo com dados da 3ª Delegacia da PRF, em Ariquemes, o maior índice de acidentes registrados no período entre 1º de janeiro e 3 de agosto de 2014, foi com ferimentos leves. A atuação da 3ª DPRF está entre o km 386 (divisa entre os municípios de Jaru e Ouro Preto D’Oeste) e o km 620 (divisa entre os municípios de Itapuã e Candeias do Jamari). Foram registradas 19 mortes, outros 58 condutores ficaram gravemente feridos e 166 foi o número de acidentes contendo vítimas com ferimentos leves. Os Estados do Ceará e de Minas Gerais já utilizam o serviço.

Fonte: Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA