Processo de chamamento público do Governo de Rondônia para contratação de UTIs móveis está em análise

Processo de chamamento público do Governo de Rondônia para contratação de UTIs móveis está em análise

Está em fase de análise o processo do Chamamento Público 12/2020, que trata sobre a contratação de empresa especializada na prestação de serviço de transporte inter-hospitalar de pacientes, com disponibilização de veículo/ambulância de suporte básico tipo D (Unidade de Tratamento Intensivo – UTI Móvel) e mão de obra especializada composta por motorista/socorrista, enfermeiro e médico para atender às necessidades do Centro de Medicina Tropical (Cemetron) e Hospital Regional de Cacoal (HRC) em caráter emergencial.

Segundo o superintendente estadual de Licitações (Supel), Márcio Rogério Gabriel, a demanda deve ser destinada ao enfrentamento do coronavírus, conforme disposto na Lei nº 13.979/2020.

“O acolhimento de propostas já ocorreu, e em primeiro lugar na cotação está uma empresa de Minas Gerais, que inicialmente ofereceu o menor preço. Mas nós ainda estamos analisando a documentação apresentada e a capacidade da empresa em prestar o serviço. Diligências estão sendo feitas para confirmar se ela realmente pode atender às necessidades. O processo foi aberto para todo o Brasil, mas ainda não concluímos ou contratamos ninguém antes de todo esse procedimento”, explica Márcio Rogério.

A empresa de Minas Gerais ofereceu a proposta no valor de R$ 187 mil mensais. A segunda colocada, de Rondônia, ofereceu o serviço por R$ 198 mil mensais. “O serviço inclui toda a estrutura de UTI móvel, os profissionais que vão compor as equipes, 24 horas por dia, durante todo o período de necessidade emergencial da Covid-19, estimado em seis meses”, completa o superintendente.

Todo o processo, com a relação de propostas recebidas, está disponível no portal da Supel (conforme link na matéria), com acompanhamento da Promotoria do Ministério Público e da Auditoria do Tribunal de Contas do Estado. Márcio Rogério enfatiza que o processo só não está ainda no portal da Transparência por não ter sido efetuada nenhuma contratação.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA