Produtores de café terão novidades ao cultivo

cafeOs cafeicultores têm investido em tecnologias nas lavouras, a fim de aumentar a produção e a qualidade dos grãos. Os cuidados começam com a muda, que geralmente são geneticamente modificadas, conhecida como café clonal. As inovações não param por aí. Os produtores de café do município de Cacoal estão apostando na cafeicultura mecanizada, que faz a colheita dos grãos. Para se aprofundarem no assunto, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater) de Cacoal irá promover na sexta-feira (29) um Dia de Campo sobre o tema.

O extensionista da Emater Wesley Gama conta que os investimentos no setor vêm fazendo com que a quantidade da produção aumente, proporcionando aos produtores uma maior lucratividade. “A cafeicultura em nível de Estado se modificou, nós não temos mais a cafeicultura do passado, agora está mais tecnificada, mais produtiva. Cacoal, que retornou ao posto de Capital do Café, tem aumentando a produtividade, onde é possível o produtor chegar a colher até 100 sacas de café por hectare, dependendo do investimento do produtor”, garantiu Wesley.

O Dia de Campo terá como tema ‘cafeicultura mecanizada’. O objetivo é apresentar novas tecnologias que podem ser utilizadas pelos produtores para reduzir custos e aumentar a produção. Além disso, durante o evento também serão abordados temas como adubação, custo de produção, café sustentável e demonstração da colheitadeira em funcionamento. “No município já existem dois produtores que adquiriram a máquina e eles já estão tendo resultados positivos, pois oferece maior otimização no tempo do produtor, que poderá usar o tempo que gastava na colheita em outras áreas que o café exige”, disse.

Informações 

O produtor que quiser se inteirar das novidades no setor, pode participar do evento que será realizado na sexta-feira, na linha Eletrônica em Cacoal, a partir das 13h. As pessoas que tiverem dúvidas sobre o local poderão ir até a Emater, onde será disponibilizado um roteiro.

Fonte: Diário da Amazônia

Deixe o seu comentário