PROFESSOR DE MÚSICA DE PORTO VELHO BATE RECORDE TOCANDO QUATRO FLAUTAS AO MESMO TEMPO

FLAUTISTA CAPAAtualmente atua como professor de música na Escola Estadual Juscelino Kubitschek, de Porto Velho, pelo projeto ‘Mais Educação’ do Governo Federal. Também é integrante da banda de música da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, do Exército Brasileiro. Ainda em 2014, tocou na Mostra de Música do Serviço Social do Comércio (Sesc/ RO).

Joelson dos Santos Gomes, que usa o nome artístico Joelson O Encantador do Sopro, entra para o RankBrasil em 2014 pelo Maior número de flautas tocadas simultaneamente. O recordista é capaz de se apresentar com quatro instrumentos ao mesmo tempo, sendo dois na boca e outros dois no nariz.

O músico natural de Paulista (PE), que vive em Porto Velho (RO), utiliza três tipos de flautas doce: soprano, contralto e sopranino, diferentes tanto no tamanho quanto na sonoridade. Para a obtenção do recorde, ele tocou as músicas “Ai se eu te pego”, de Michel Teló, e “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga.

Joelson usou a soprano em um lado do nariz, fazendo a melodia; a contralto do outro lado, realizando a segunda voz; e a sopranino na boca. Na canção “Asa Branca”, utilizou mais uma sopranino, exibindo notas diferentes. “Todo o trabalho é feito com o apoio do diafragma, sendo preciso controlar a quantidade de ar que sai. Isso só se torna possível depois de muito treinamento e dedicação”, conta.

Segundo o pernambucano, tudo começou por uma simples brincadeira. “Eu queria tocar flautas de forma diferente. Coloquei uma no nariz e percebi um som bacana, então resolvi inovar e hoje já consigo me apresentar soprando quatro simultaneamente”.

Para o músico, o recorde é muito importante porque o RankBrasil tem credibilidade nacional. “Através deste título terei mais força junto à mídia brasileira, alavancando minha carreira”, destaca. Pela conquista, o recordista agradece o apoio da Fundação Habitacional do Exército (FHE) e Studio Foto Bolotha.

Carreira

Joelson começou a estudar música aos 12 anos. É formado em Flauta Doce pela Fundação Centro de Criatividade Musical de Olinda (FCCMO), onde também fez especialização em clarinete e saxofone. Em Pernambuco, participou de várias orquestras e bandas.

Atualmente atua como professor de música na Escola Estadual Juscelino Kubitschek, de Porto Velho, pelo projeto ‘Mais Educação’ do Governo Federal. Também é integrante da banda de música da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, do Exército Brasileiro. Ainda em 2014, tocou na Mostra de Música do Serviço Social do Comércio (Sesc/ RO).

O músico, que em seus eventos utiliza saxofone, clarinete e flauta, apresenta-se em casas de shows, casamentos, festas de aniversários, entre outros. Ele já esteve em alguns programas de televisão, entre o quadro ‘Se vira nos 30’ do Domingão do Faustão, da Rede Globo, e ‘Fenômenos do YouTube’ da Eliana, no SBT.

Para 2015, o pernambucano tem boas perspectivas. Entre 2003 e 2006, ministrou aulas no Conservatório Instituto Artes Sol Maior, de Jaboatão dos Guararapes (PE). Agora, foi convidado pelo diretor do estabelecimento, maestro Ricardo Diniz, a divulgar seu trabalho na Europa através de uma parceria.

Diniz dirige a Orquestra Sinfônica Sol Maior, que realiza concertos em países como Espanha, Portugal, Inglaterra e França. O Instituto e a Orquestra são coordenados pelo Grupo LAC, do empresário Luiz Alberto Carneiro, outro apreciador do trabalho de Joelson O Encantador do Sopro.

Fonte: Rank Brasil

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA