PRONTO-SOCORRO JOÃO PAULO II ATENDE 445 PACIENTES DURANTE CARNAVAL; MAIORIA É VÍTIMA DE ACIDENTE

sala de cirurgia jpMais de 400 vidas foram salvas por médicos e enfermeiros que trabalham no Hospital João Paulo II – referência em atendimento de alta complexidade em urgência e emergência em Rondônia -, durante o período de carnaval.

Os dados estão no levantamento feito pelo setor de estatísticas da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), divulgados nesta quinta-feira, 19. Uma ação conjunta foi montada para atender toda a demanda – que tem aumento de 30% – do período de festas em Porto Velho e municípios do interior de Rondônia.

De acordo com os números divulgados pela Sesau, do início do carnaval, dia 13, até a manhã quarta-feira de cinzas, 18, o João Paulo-II realizou 445 atendimentos. Mesmo alto, este número registra redução de 14%, comparado ao mesmo período do ano passado.

Deste total, 80 foram vítimas de acidentes de trânsito, representando uma redução de 30% em relação ao ano anterior. Os motociclistas ainda continuam liderando as estatísticas com 85% das ocorrências.

Segundo o diretor executivo da unidade, Carlos Eduardo Araújo, essa redução principalmente em relação aos acidentes se deu por conta das intensas fiscalizações da operação Lei Seca, realizada em parceria entre o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e Polícia Militar.

Ele destaca, também, o trabalho de educação para o trânsito, que vem conscientizando a população através de campanhas regulares.“ Estamos todos empenhados para cumprir metas de resultados e fazer o melhor na assistência, sendo essa uma exigência diária do secretário Williames Pimentel”, afirma.

MAPA GERAL

De acordo com o demonstrativo de atendimentos geral da unidade, no carnaval deste ano foram realizadas 69 cirurgias, sendo 34 procedimentos ortopédicos, 26 cirurgias geral, 05 vascular e 03 neurocirurgias. Foram registrados, também, 58 quedas, 07 ferimentos por arma branca, 14 por arma de fogo, 20 acidentes de trabalho.

Ainda de acordo com as estatísticas da unidade, foram realizadas 58 tomografias computadorizadas de tórax, crânio e abdômen, 172 receberam atendimentos na clínica médica, 02 pessoas morreram vítima de ferimento por arma branca.

Fonte: decom/gov-ro

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA