Prorrogação do estado de calamidade pública até junho de 2021 garante condições para Rondônia avançar no enfrentamento à pandemia

Decreto de estado de calamidade pública fortalece ações do Executivo Estadual de investimento para o enfrentamento da pandemia, além de dar condições de solicitar recursos em nível federal.

O estado de calamidade pública em decorrência da pandemia causada pelo coronavírus foi prorrogado até 30 de junho de 2021, em Rondônia. A medida é uma iniciativa do governador, coronel Marcos Rocha,  aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado (ALE), que publicou nesta quinta-feira (17) a decisão através de decreto.

O pedido do governador tem como objetivo garantir condições para que Rondônia continue avançando no combate à Covid-19, com a preservação de vidas, além de buscar minimizar os impactos sociais e econômicos.

Iniciativa do governador, coronel Marcos Rocha em pedir prorrogação do prazo de calamidade pública garante condições para reforçar enfrentamento à pandemia.

O estado de calamidade fortalece ações do Executivo Estadual de investimento para o enfrentamento da pandemia, além de dar condições de solicitar recursos em nível federal. O que corrobora para os avanços já conquistados, pois as decisões assertivas do Governo de Rondônia e o trabalho harmonioso entre os Poderes de diversas esferas da sociedade levaram o Estado a despontar no cenário nacional no enfrentamento à pandemia.

Rondônia tem uma das menores taxas de mortes pela Covid-19 do país, está entre os que mais realizaram testes para diagnóstico da doença e também ocupa o topo do ranking na transparência. O que demonstra um trabalho sério e focado na responsabilidade com a sociedade rondoniense.

Texto: Vanessa Moura
Fotos: Daiane Mendonça, Frank Néry e Leandro Morais
Secom – Governo de Rondônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA