Recessão reduz procura por ovos

OvosA expectativa de vendas de ovos de Páscoa, este ano na capital, está abaixo do que foi consumido em 2015. Os próprios estabelecimentos comerciais adquiriram menos produtos do que nos anos anteriores, principalmente pelo aumento dos preços dos ovos que está sendo sentido também pelos consumidores. Uma pesquisa realizada pelo Diário com clientes em algumas redes de supermercados indicou que a procura por ovos nesta data está muito pequena. Além disso, muitos consumidores não comprarão ou optarão por adquirir os chocolates após o domingo.

A diminuição do faturamento nas lojas de produtos alimentícios alertou os empresários que resolveram investir menos em ovos de chocolate este ano, “teve uma queda de vendas do ano passado para agora, e compramos menos que no ano passado. Só nesta loja as vendas caíram em torno de 900 mil por mês”, informou o subgerente José Nazareno.

Segundo ele, neste mesmo período em 2015 já havia sido vendido muito mais ovos, “a expectativa é que venda menos, até agora saiu muito pouco”, ressaltou.

Nos anos anteriores o que não era vendido durante o período da Páscoa, o supermercado colocava em promoção, “a nossa promoção vai começar hoje às 14h, em todos os produtos de chocolate, porque está vendendo pouco. Haverá desconto de 5% nos chocolates e a partir de 400 reais em compras o cliente pode parcelar em até 3 vezes. Essa foi a alternativa encontrada para tentar aquecer o mercado”, expõe Nazareno.

Caixa de bombons é alternativa

Os comerciantes compraram os ovos com preços maiores que no ano passado, e esse aumento foi repassado para os consumidores, “os preços variam muito de uma marca para outra, a gente trabalha em cima de pesquisa nas outras lojas, não está dando muita diferença nos supermercados, são basicamente os mesmos preços”, analisou o subgerente ao relatar que a saída de caixa de bombons deve superar a de ovos em 2016.

A Associação Comercial de Rondônia afirmou que a instabilidade econômica e política vivida no País reflete diretamente no consumo, afetando também esta data comemorativa. “Não tenho dúvidas de que as vendas serão menores, o consumidor está receoso, vai ao supermercado e está comprando somente o necessário”, disse, Vanderlei Oriane, presidente da Associação Comercial.

O perfil do consumidor mudou, atualmente todos procuram comprar com mais descontos, “eles querem saber qual dia que tem promoção e esperam para comprar nesse dia”, esclareceu o presidente.

Comparado com anos anteriores é nítida a baixa procura pelos ovos de chocolate, “trabalho há três anos como promotora, no ano passado toda hora ficava repondo, agora não tem nem para repor, só vendeu um pouquinho. Os clientes que passam pelas seções de ovos de Páscoa afirmam que vão esperar mais”, explanou Paloma Sá da Silva, promotora de vendas.

Famílias buscam estratégias baratas

Na família do servidor público Zacarias da Costa houve um consenso de não comprar ovos de Páscoa este ano, “lá em casa já foi definido, este ano não vai ter estou só olhando por causa da neta, vou acabar comprando pelo menos para ela, mas está todo mundo dispensado”, disse. Ainda segundo ele, os preços estão muito caros “é a terceira vez que eu venho ver, mas o preço do ano passado pra cá triplicou, tá complicado”, finalizou Zacarias.

Todos os anos o autônomo Nelton Rodrigues compra os ovos para a família, “tenho uma filha e duas netas não tem como não ter ovo, está mais caro, estou pesquisando mas parece que está um monopólio, em todo lugar está a mesma média de preços”, declarou ele. A estratégia adotada por Nelton será comprar após a Páscoa para conseguir pagar mais barato “se não ganhar agora, vai ganhar após a Páscoa, que com certeza vai baixar, sempre baixa uma média de 30% a 40%”, concluiu.

A dona de casa Marelene Costa tem duas crianças e já pensou em uma estratégia para ninguém ficar sem ovo. “Vou esperar passar a Páscoa para ver se os preços baixam, caso contrário, vou fazer um bolo de chocolate”, disse.

A família do mestre de obras Franciso Silva também já mudou a estratégia deste ano. “Vamos fazer um amigo secreto de chocolate, assim todos saem ganhando”, afirma.

Fonte: Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA