Rolim de Moura terá nesta terça pit stop do dia Mundial do Rim

rinsNo último dia 12 de março comemorou-se o dia mundial do Rim, e em Rondônia está sendo realizada uma extensa programação visando a prevenção e cuidados com as doenças renais crônicas.  Em Rolim de Moura acontecerá nesta terça-feira, 17, pela manhã um pit stop no Espaço Alternativo, em frente a Caixa Econômica e também no Terminal Rodoviário da cidade.

Durante as atividades serão realizadas aferição de pressão, teste de diabetes e informações que serão repassadas as pessoas. A campanha de conscientização em Rondônia se entende desde o dia 09 deste mês, passando por Ji-Paraná (09/03), Porto Velho (06 e 02/03), Rolim de Moura (17/03), Cacoal (18/03), Vilhena (19/03), Ariquemes (22/03) e Guajará Mirim (25/03).

A campanha é desenvolvida pela ARRCT-RO – Associação Rondoniense de Renais Crônicos Transplantados e Diabéticos, neste ano foi aderida ao tema “Rins Saudáveis”, tendo como principal objetivo a prevenção e o cuidado com o órgão.

“Estamos passando pelas cidades polos regionais do estado de Rondônia realizando este trabalho, hoje os dados em relação a doenças renais são alarmantes. Nesta terça-feira é a vez de Rolim de Moura e região da zona da mata receber o pit stop. Convoco a toda sociedade a participar”, destaca Jonas Cavalcante, Presidente da Associação dos Renais Crônicos de Rondônia e Diretor da Federação Nacional das Associações de Pacientes Renais e Transplantados do Brasil.

Dados

Dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia indicam que 100 mil pessoas fazem diálise no Brasil. Atualmente, existem 750 unidades cadastradas no país, sendo 35 apenas na cidade de São Paulo. Os números mostram ainda que 70% dos pacientes que fazem diálise descobrem a doença tardiamente. A taxa de mortalidade para quem enfrenta o tratamento é 15%.

“A maioria das doenças renais crônicas são silenciosas e requerem cuidados especiais, e é importante que todos recebam informações sobre. Em Rondônia temos aproximadamente 1.000 casos de doenças renais crônicas, na região da zona da mata rondoniense é 45”, alerta Cavalcante.

Fonte: Rol News
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA