Rondônia adotará o nono dígito até o final de 2016, diz Estadão

tel-roNúmeros de celulares de cinco Estados brasileiros passam a contar com o nono dígito a partir do dia 2 de novembro. São eles Amapá (DDD 96), Amazonas (DDDs 92 e 97), Maranhão (98 e 99), Pará (91, 93 e 94) e Roraima (95).

Dessa maneira, para ligações de fixos e móveis para móveis, o dígito 9 deve ser incluído no início de todo número de celular dessas regiões, seguindo o formato 9 xxxx-xxxx. A meta é de que até 2016, todo território brasileiro esteja adequado ao novo padrão, que visa permitir a criação de novas combinações numéricas para linhas telefônicas móveis.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), responsável pela migração, estabeleceu como prazo para adaptação o dia 11 de novembro.

Entre os dias 2 e 11, nos cinco Estados mencionados, as ligações feitas apenas com oito dígitos serão completadas. Após o período de transição, no qual o usuário ouvirá mensagens com orientações sobre o novo formato, as chamadas não serão mais completadas sem o nono dígito.

A Anatel prevê ainda que, além das adequações a serem feitas pelas empresas de telecomunicações locais, empresas que se utilizam de equipamentos de PABX, e a população que faz uso de agendas de contatos no celular, terão que atualizar as informações (já há diversos aplicativos gratuitos para iOS, Android e Windows Phone que editam os contatos de forma automática).

A mudança já havia sido implementada em São Paulo, Rio de Janeiro, e Espírito Santo. De acordo com o cronograma da reguladora, os próximos Estados a receberem o nono dígito até o final de 2015 são Minas Gerais, Bahia, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe. Até o fim de 2016, entram na lista Acre, Rondônia, Mato Grosso, Tocantins, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Fonte: Estadão

Deixe o seu comentário