Rondônia receberá 126 mil doses da vacina contra Sarampo

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), Rondônia deverá vacinar 104.978 mil crianças com até 5 anos, contra doenças tropicais. O Estado receberá 126 mil doses da vacina de tríplice viral, que previne contra o sarampo, rubéola e caxumba. Até o momento, Rondônia registrou no mês de junho, apenas um caso confirmado de sarampo. O Estado também vai receber mais de 8 mil doses da vacina injetável, conhecida como VIP e 131.300 doses da vacina oral contra a poliomielite, VOP.

O Ministério da Saúde vai realizar a partir de segunda-feira (6), uma campanha nacional para vacinar crianças com até 5 anos. Em uma coletiva de imprensa realizada na tarde de terça-feira (31), a coordenadora do Programa de Imunização do Ministério da Saúde, Carla Domingues, informou que a meta de vacinação para o Brasil é de 95% contra a pólio e o sarampo. A campanha encerará no dia 31 de agosto. No dia 18, vai acontecer o dia D de mobilização em 32 mil postos de vacinação.

Segundo ela, somente com a vacinação em todos os municípios do País poderá ser feita uma barreira sanitária e garantir a proteção das crianças e evitar que o sarampo continue acontecendo. “As crianças são o principal veículo de transmissão da doença. Se nós vacinarmos todas as crianças, nós criamos um cinturão e o vírus acaba não conseguindo circular naquela localidade, em municípios, bairros, e dessa forma, a gente impede até que outras faixas etárias que não estão cobertas pela vacina sejam protegidas, então por isso é necessário que todas as crianças entre 1 ano e 5 anos sejam devidamente vacinados”, disse a coordenadora. Ao total, Rondônia deverá aplicar 265.430 mil doses de vacina.

As crianças com até 5 anos deverão ser vacinadas contra o sarampo, independente da quantidade de doses tomadas. Contra a poliomielite, crianças de até 5 anos poderão receber a vacina, mesmo se já tiver tomado a dose. A poliomielite (VIP), será aplicada em casos de não ter tomado nenhuma dose. A poliomielite (VOP), em gotas, será aplicada em crianças que já tomaram mais de duas doses. Crianças que tenham sido vacinadas 30 dias antes, não poderão ser vacinadas.

Fonte: Diário da Amazônia

Deixe o seu comentário