Saúde da Capital recebe equipamentos orçados em R$ 1 mi

saude-pvhoCom investimento de cerca de R$ 1 milhão, o governo de Rondônia, através da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), entregou quase 400 equipamentos de informática, como computadores, nobreak, impressoras à laser, data show, DVD, entre outros, para a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa). A meta é dotar de infraestrutura as Unidades Básicas de Saúde (UBS) – antigos postos de Saúde – da Capital, para acelerar e dinamizar o setor de regulação de consultas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), encaminhado para a Policlínica Oswaldo Cruz (POC).

Todos os equipamentos foram entregues à Semusa por técnicos da Sesau. De acordo com o secretário Williames Pimentel, além de ajudar a prefeitura a agilizar o agendamento de consultas para as unidades do Estado, os equipamentos vão facilitar o trabalho dos servidores, já que são equipamentos de última geração, com maior velocidade e qualidade técnica.

ATENÇÃO

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), o investimento direto na Atenção Primária à Saúde (APS) pode ajudar a solucionar cerca de 80% dos problemas na saúde pública. Segundo o MS, a Atenção Primária é essencial à saúde, baseada em tecnologia e métodos práticos, cientificamente comprovados e socialmente aceitáveis, tornados universalmente acessíveis a indivíduos e famílias na comunidade e a um custo que tanto a comunidade como o País possa arcar em cada estágio de seu desenvolvimento. É parte integral do sistema de saúde do País, do qual é função central, sendo o enfoque principal do desenvolvimento social e econômico global da comunidade.

É o primeiro nível de contato dos indivíduos, da família e da comunidade com o sistema nacional de saúde, levando a atenção à saúde o mais próximo possível do local onde as pessoas vivem e trabalham, constituindo o primeiro elemento de um processo de atenção continuada à saúde, seguindo orientações técnicas MS.

Fonte: Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA