Semagri conclui curso de manuseio de pescados em Ji-Paraná

semagri-jprA Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária (Semagri), concluiu o curso Preparador de Pescado, com duração de 200 horas. Realizado em parceria com o Ministério da Pesca e Aquicultura  (MPA), através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), o programa foi desenvolvido na sede da secretaria e diplomou nove produtores rurais.

“Esta iniciativa pioneira aqui em Ji-Paraná se encaixa dentro da nossa meta de capacitar o produtor e elevar a renda da sua propriedade”, declara a secretária Claudia Regina Abreu. “Temos toda a disposição em investir na área de piscicultura do município. Os produtores vêm progredindo muito e querem desenvolver-se cada vez mais”, acrescenta.

O engenheiro de pesca, Cleber Simão, que ministrou as aulas, dividiu o curso em duas etapas: a prática específica e os conhecimentos para dar início a um empreendimento. Na primeira fase foram ensinados, por exemplo, como reconhecer a sanidade do peixe, a manipulação higiênica, a análise de aspectos sensoriais (cheiro, gosto, textura etc), os tipos de corte e como beneficiar a carne produzindo hambúrgueres, linguiça ou kibes. “Dizemos que é possível dar um aproveitamento íntegro ao pescado. Nada deve ser perdido”, esclarece Simão.  Foi neste sentido que ele demonstrou como é possível fazer caldo dos ossos da cabeça e aproveitar as espinhas , triturando-as bem, para virar recheio de pastéis ou tortas. A segunda fase do curso serviu para que os alunos pudessem ampliar sua visão e encarar esta atividade como uma oportunidade de negócios, para o complemento da renda da família.

Para aluna Marli Lima Vieira, que produz alevinos de tambaqui e pirarucu em seu sítio, na Linha 16 do km 22, com o marido e dois filhos, este curso foi bom porque ensinou que o peixe beneficiado significa fontes econômicas alternativas para o produtor do campo. Sueli Quintino Barbosa, outra aluna, que também mantém com o marido uma piscicultura de engorda de tambaqui na Linha 208, também ficou se surpreendeu com a variedade do preparo da carne de peixe. Ela, inclusive, já está comercializando kibes e pastéis para elevar seus ganhos.

A Semagri também comunica que foi bem sucedido o seu curso de Pintura em Tecido, realizado igualmente através do Pronatec e que diplomou 14 mulheres da área rural.

Fonte: Assessoria

Deixe o seu comentário