Servidores administrativos serão cedidos para início do ano letivo em escola de Guajará

escola guajaraO ano letivo da Escola Municipal Almirante Tamandaré, que foi adiado duas vezes neste mês por falta de servidores administrativos, vai iniciar na próxima quinta-feira (1), segundo anunciou a Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Guajará-Mirim (RO), nesta terça-feira (27). Segundo a Semed, um termo de cooperação entre o Estado e o Município vai ceder seis funcionários administrativos e 11 professores para trabalhar na instituição.

A escola atende 317 alunos de 14 turmas, do pré-escolar até o 5º ano do ensino fundamental, pela manhã e tarde. Até o fim de 2017, trabalhavam 28 servidores no prédio, sendo que 12 eram professores e 16 do serviço de administração, porém o Estado não autorizou que eles continuassem neste ano e os remanejou para outros locais a critério da Coordenadoria Regional de Educação (CRE).

G1 procurou a atual secretária municipal de educação, Tereza Crespo, nesta terça-feira, para saber como a situação foi resolvida e se haverá problemas em relação a reposição das aulas perdidas no início do ano letivo. As aulas deveriam ter iniciado no último dia 5 e, posteriormente, no dia 19, mas nenhum dos dois cronogramas deu certo e os pais ficaram revoltados.

De acordo com a secretária, ela, o prefeito Cícero Noronha (DEM) e o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Sérgio Bouez (PSB), foram até Porto Velho na última semana e tiveram uma reunião com um representante do Governo. No encontro, ficou definido que alguns funcionários do estado continuarão cedidos para a escola.

“Estamos trabalhando com o cronograma previsto para o dia 1 (próxima quinta). Conseguimos o termo aditivo de cooperação técnica, onde o estado vai ceder os servidores. No termo anterior eram 17 administrativos, agora serão seis”, explicou Tereza.

Fonte: G1

Deixe o seu comentário