Servidores fazem curso com foco em inovação e tecnologia na educação em RO

curso prof guajaraOs servidores da rede municipal de ensino estão participando de um curso de formação continuada com foco nas mediações tecnológicas em Guajará-Mirim (RO), a cerca de 330 quilômetros de Porto Velho. A capacitação, que acontece na Escola Municipal José Carlos Nery, teve início na tarde da última terça-feira (26) e será encerrada na próxima sexta-feira (29), com carga horária de 16 horas.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Semed), o curso tem participação de 52 professores, gestores escolares e servidores administrativos. O treinamento é realizado através de um convênio firmado entre o município e a Fundação Telefônica Vivo, que é responsável por repassar as oficinas previstas em sala de aula.

Em entrevista ao G1, a atual secretária municipal de educação, Tereza Crespo, comenta que o objetivo principal é que os servidores estejam capacitados para utilizar os recursos tecnológicos durante o processo de aprendizagem dos estudantes para facilitar a absorção de conhecimentos e também a forma de comunicação.

“A ideia é inovar. Hoje podemos dizer que temos dificuldade nesse tipo de serviço, mas aos poucos, iremos implantar essa filosofia na sala de aula, além de ser muito importante acompanhar a evolução tecnológica como ferramenta educacional”, declara Tereza.

Ainda segundo a secretária, a capacitação tem sete oficinas teóricas e práticas, porém, neste primeiro momento estão sendo trabalhadas apenas duas. A previsão é que as outras cinco sejam repassadas aos profissionais a partir de 2018.

“Estão sendo repassadas as oficinais introdutória e gestão inovadora com os temas: ‘Como pensar inovação dentro do cenário escolar, mobilizando todos os envolvidos em ações de transformação’ e ‘Os profissionais da escola não são os únicos responsáveis pela aprendizagem dos jovens’. O cronograma total do curso será encerrada ano que vem com as demais oficinais que não puderam acontecer agora”, explica.

De acordo com o instrutor Rojefferson Moraes, que veio de Manaus (AM) especificamente para ministrar o curso, a importância dessa capacitação para os servidores da educação é repensar dificuldades e criar abordagens diferenciadas para a resolução dos problemas.

“Quem entende do cenário da educação local são os servidores daqui, porém, estamos trazendo algumas metodologias que eles possam adaptar para suas realidades. A tecnologia é uma ferramenta facilitadora. A gente não pode criar uma resistência a aquilo que o jovem gosta, mas temos que trazer essa ferramenta como uma opção a mais. A capacitação mostra como dominar isso e trazer esse contexto para o cenário educacional”, diz o ministrante das oficinas abordadas.

Fonte: G1

Deixe o seu comentário