Sete são presos por embriaguez ao volante e três por violência doméstica

policiaSetes pessoas foram conduzidas por embriaguez no volante, de sábado (14) para domingo (15), em Ji-Paraná, cidade situada a aproximadamente 370 quilômetros da capital Porto Velho. Todas as prisões aconteceram no segundo distrito da cidade e foram registradas na 2ª Delegacia de Polícia.  Na Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam), três ocorrências de lesão corporal foram registradas.

A primeira ocorrência foi registrada por volta das 23h da noite de sábado. Várias testemunhas teriam ligado para a polícia informando que um homem estaria dirigindo ser usar qualquer critério de segurança, fazendo conversões perigosas. Seguindo as informações das denúncias, a polícia localizou um homem, de 40 anos de idade, que dirigia um carro e estava com uma criança, de três anos, dentro do veículo.

De acordo com o boletim de ocorrências, o motorista apresentava fortes sintomas de embriaguez, mas, ele se negou a fazer o teste de bafômetro. O motorista foi encaminhado à delegacia e o Conselho Tutelar tomou as providências com a criança. Outros seis casos de flagrante de embriaguez ao volante foram apresentados na 2ª Delegacia durante da madrugada.

Além das infrações no trânsito, a polícia também atendeu a casos de violência doméstica registrados pela Deam. Em um dos casos, segundo o boletim de ocorrências, o homem, de 24 anos, teria dado socos, arranhado e também tentou enforcar a mulher, 25 anos, que estava na casa da mãe.

Em outro caso, a mulher de 30 anos de idade foi agredida pelo companheiro, de 38 anos. A Polícia Militar foi acionada pela filha da vítima e chegou no local quando a mulher ainda era agredida com socos no rosto, enquanto estava sentada no sofá.

A polícia ordenou que o homem parasse com as agressões. O homem desobedeceu aos policias que pediram a ele que saísse da casa. De acordo com a vítima, o homem estaria alcoolizado. O homem foi levado para a delegacia para prestar esclarecimentos. Outro homem de 23 anos foi encaminhado à delegacia depois de, supostamente, ter agredido a companheira de 28 anos.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA