Torcedor arrecada apenas R$ 130 em vaquinha para ajudar time falido de RO

Do céu às trevas, esta tem sido a trajetória do Ji-Paraná. Somar tem sido um dos desafios do clube que já venceu 9 campeonatos estaduais e tornou-se o maior detentor de títulos da era profissional do Rondoniense desde 1991 a 2012. De lá para cá os números só caíram. São duas lanternas consecutivas – 2013 e 2014 – e uma dívida de quase R$ 90 mil, contabilizada pelo presidente interino do clube Luciano Almeida. O time está abandonado, sem elenco, diretoria, presidência e não sabe se deve disputar a série A ou B do estadual em 2015.

Comovido pelas trajetória e dificuldades que o time do coração enfrenta, Bruno Porto Lima, um torcedor apaixonado, decidiu promover uma “vaquinha”, após a primeira fase do Campeonato Rondoniense, para ajudar o Ji-Paraná a disputar o estadual de 2015. Na época, com o salário de jogadores atrasados e a lanterna da competição, o Galo da BR não via o futuro com bons olhos. Três meses após o início da campanha, Bruno conseguiu arrecadar apenas R$ 130 e começa a pensar em desistir do ato de solidariedade.
bruno_galo_da_br
CAMPANHA
A campanha que surgiu devido ao grande número de torcedores que Bruno acredita que o clube possui parece não ter dado muito certo. Segundo o idealizador, um dos fatores para o baixo número de colaboradores é o de a torcida não estar acostumada com o mal desempenho que o time vêm mostrando.
– Pensei na campanha porque o time tem muito torcedores, até mesmo fora do estado. Mas alguns ficaram desconfiados, achando que eu iria dar um golpe, outros realmente não querem ajudar. A torcida do Ji-Paraná é acostumada com vitórias, quando o time está na pior ela some.
Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA