Troca no comando do SAAE em Cacoal gera Carta de Repúdio

Cacoal, RO – Na manhã desta quinta-feira, 25/10/2018, os servidores do SAAE organizaram um evento de despedida em razão da saída de Paulo Sityá do comando da autarquia. Em um café da manhã, os servidores demonstraram o afeto e respeito que tem pelo agora ex-presidente e muitos deles, em nome dos demais servidores, falaram sobre a importância do trabalho ético, coerente e respeitoso que ele sempre teve em favor da entidade.

O café da manhã foi aberto por uma mensagem da servidora Dailsa P. R. Aguiar, que citou uma passagem bíblica, baseada no livro de Salmos (1: 1 a 3), para elencar a importância do trabalho bem feito por Sityá ao longo dessa sua curta passagem pelo SAAE, a qual foi bastante coerente e produtiva.
Após a fala da servidora, que representou os demais servidores, o presidente Paulo Sityá falou sobre o momento, mas ressaltou que sai com a sensação de dever cumprido. Durante sua fala, o agora ex-presidente deixou claro que sai com a sensação do dever cumprido, agradeceu a prefeita pela oportunidade que lhe deu de dar sua contribuição a esta administração inicialmente na SEMTTRAN e posteriormente no SAAE. “Como munícipe, que ama esta cidade, desejo sorte à prefeita e ao novo presidente. O SAAE agora faz parte não apenas do meu currículo, mas de minha vida”, afirmou.

De acordo com Paulo Sityá, dirigir a SEMTTRAN e o SAAE foram experiências gratificantes, porém diferentes. Segundo ele, na primeira experiência, ele já contava com expertise na área de trânsito. No caso do SAAE, disse, o desafio foi mais instigante e me levou a conhecer mais uma área e isso enriqueceu o seu currículo. “Fiz amigos tanto na SEMTTRAN como aqui no SAAE, mas a experiência aqui foi mais enriquecedora pois tive de aprender coisas novas, dediquei-me ao máximo e nos primeiros dias vivi dias de tensão e aprendizado. Assumi em um momento delicado em que os servidores lutavam por sua composição salarial. Com o empenho de todos, conseguimos chegar a um acordo e só tenho a agradecer à forma respeitosa com que fomos tratados pelo sindicato e seus representantes incumbidos da negociação. Quanto aos demais problemas do cotidiano, já nos primeiros dias cheguei a perder noites de sono em razão do tamanho do desafio enfrentado, mas com o apoio de todos do SAAE, conseguimos vencer os desafios”, lembra.

Por fim, bem emocionado, Paulo Sityá agradeceu o apoio que recebeu de todos os servidores e disse que vai levar essa experiência em seu coração. “Fiz amigos aqui, como também fiz na Semttran, e só tenho a agradecer a todo o corpo técnico do SAAE e a todos os servidores, sem exceção, pois todos dão tudo de si para que esta autarquia cumpra bem o seu labor para com a sociedade. Essa experiência foi muito gratificante. Obrigado a todos. Levo vocês em minha mente e coração”, concluiu.

Breve histórico da atuação de Paulo Sityá à frente do SAAE
A diretora técnico operacional do SAAE, Maria Auxiliadora Bueno dos Santos, a popular Dorinha, fez um breve histórico da atuação de Paulo Sityá nesse período em que ele esteve à frente do SAAE. Segundo ela, além do trabalho diário para resolver problemas do cotidiano, Sityá conseguiu realizar um lista importante de atuações, como a aquisição de um novo conjunto de bombas anfíbias, melhorando as condições de trabalho na captação e tratamento de água, promoveu a qualificação de profissionais do SAAE nos setores de compra, licitações, recursos humanos, técnicos, etc, e em sua gestão a autarquia deu início ao uso da tecnologia Fumacê para averiguar irregularidades na rede de esgoto, etc.

Já o presidente da Associação dos Funcionários do SAAE, Rodrigo Damiani, também agradeceu o trabalho feito por Paulo Sityá que fez um trabalho importante para que a autarquia continuasse a gozar de prestígio junto à sociedade. “Graças à sua experiência como gestor, durante sua rápida passagem pelo SAAE tivemos um importante aumento de arrecadação graças a um trabalho sério e isento que realizou, priorizando sempre os interesses da instituição”, afirmou.

NOTA DE REPÚDIO

A troca de Sityá no comando do SAAE foi motivo de protestos dos mais de 100 servidores da autarquia, os quais assinaram uma Carta de Repúdio e a protocolaram junto à Câmara de Vereadores. Nessa carta, os servidores elencam as conquistas da era Sityá no na autarquia e demonstraram sua insatisfação com o ato administrativo da prefeita Glaucione Rodrigues que pegou a todos de surpresa.

Deixe o seu comentário