No AM, vazante do Rio Negro deve continuar até início de 2015, diz CPRM

enchenteO nível do Rio Negro atingiu a cota de 19,90 metros nesta terça-feira (28), em Manaus. Mesmo com a proximidade do fim do ano, o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) aponta que ainda é cedo para afirmar o início da cheia na capital. Já no interior, a vazante pode continuar até fevereiro do próximo ano, no Alto Rio Negro.

De acordo com o superintendente do CPRM, Marco Antônio Oliveira, o período de seca na área do Alto Rio Negro deve se prolongar. “No Alto Rio Negro existe uma conjuntura especial. Os rios quando começarem a subir aqui, principalmente o Rio Amazonas, o Alto Rio Negro vai continuar descendo. Isso deve perdurar pelo menos até janeiro, ou fevereiro. Ou seja, se a situação ali de Barcelos para cima já é uma situação abaixo do ano passado isso deve se acentuar”, disse à TV Amazonas.

A cota do Rio Negro baixou nesta terça, mas ainda não é possível afirmar que a vazante chegou ao fim, em Manaus. Segundo Valderino Pereira, responsável pela medição do rio, as águas ainda podem descer mais alguns centímetros ou começar a subir. “Este momento é de expectativa. Em dois, ou três, dias podemos dizer se a vazante já terminou e a enchente já começou. Uma coisa concreta, definitiva”, disse.

Enchente

A cheia deste ano, em Manaus, foi considerada a quinta maior da história. Em decorrência dos alagamentos, a capital teve situação de emergência decretada pela Prefeitura após 16 bairros ficarem alagados, em maio deste ano. Duas avenidas do Centro Histórico da cidade chegaram a ficar interditadas por conta das inundações. Ruas foram interditadas e moradores de diversas áreas relataram problemas causados pela subida das águas.

Manaus deixou a cota de emergência no início de agosto. O nível do rio bateu a faixa de 28,94 metros, considerada de alerta para inundações, no dia 22 de maio.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA