Viveiristas podem participar de multiplicação e comercialização de mudas de café oferecidas pela Embrapa Rondônia

mudas_extremaOs viveiristas de Rondônia que tiverem interessem em multiplicar e comercializar mudas de café Conilon BRS Ouro Preto, desenvolvida pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária em Rondônia (Embrapa- RO), podem se inscrever para participar de um processo de seleção desenvolvido pela empresa. Os interessados podem ser pessoas jurídicas e físicas, inscritas no Registro Nacional de Sementes e Mudas (Renasem), como produtores de mudas com habilitação para cafeeiro.

De acordo com a Embrapa, são oferecidos 20 lotes de estacas com 15 clones que compõem a cultivar Conilon BRS Ouro Preto. Cada lote será composto por 80 estacas de cada clone, totalizando 1.200 estacas, ao valor unitário de R$ 0,30 (trinta centavos).

A instituição divulgou o edital de para que os interessados saibam as regras no portal deles. Os viveiristas interessados devem enviar e-mail para francisco.correa@embrapa.br, com cópia para cpafro.chtt@embrapa.br manifestando interesse.

Serão considerados e-mails recebidos até o esgotamento dos lotes e os produtores serão atendidos conforme a ordem de recebimento dos e-mails. Mais informações na Embrapa Rondônia, através dos telefones (69) 3219-5036 ou 3219-5058. A Embrapa não divulgou a data de término da manifestação de interesse.

Café Conilon BRS Ouro Preto

A mude de café Conilon BRS Ouro Preto (Coffea canephora Pierre ex Froehner) é a primeira desenvolvida pela Embrapa, sendo resultado de estudo conduzido pela Embrapa Rondônia em parceria com o Consórcio Pesquisa Café, cujo programa de pesquisa é coordenado pela Embrapa Café.

Fonte: G1

Deixe o seu comentário