Administração decreta Situação de Emergência em todo o município de Buritis

buritisDiante do caos instalado em virtude das torrenciais chuvas que caíram em todo o município na sexta feira e na manhã de sábado, A Administração Municipal decretou “Situação de Emergência”. O decreto foi assinado pelo prefeito após reunião realizada na manhã desta segunda feira com todos os Secretários Municipais, Defesa Civil do município e Coordenadoria da Defesa Civil do Estado.

Nesta reunião, alguns dados relacionados aos estragos ocasionados pela enchente foram repassados pelos Secretários Municipais por orientação da Coordenadoria da Defesa Civil do Estado, foi necessário decretar esta situação.

Entre os dados apresentados nesta reunião, consta a necessidade de reconstrução de mais de trezentas pontes e outras centenas de bueiros. Quase todas as comunidades rurais estão isoladas em virtude da queda de pontes e ou bueiros e isso já está, desde a manhã de sábado, comprometendo o escoamento da produção leiteira e também pecuária, já que na manhã de sábado, vários caminhões “gaiolas” permaneceram por todo o dia estacionados nas imediações do Posto 2 Irmãos – saída para Ariquemes. O setor de piscicultura também foi afetado e centenas de produtores tiveram seus tanques destruídos pela força das águas.

Segundo explicou o coordenador da Defesa Civil BM Maciel, o problema maior ocorre no pós enchente, quando é necessário promover ações nas áreas de habitação, reconhecimento de áreas de risco, saúde, alimentação e tantas outras que surgem em situações como esta.

O problema da água potável se apresenta como um dos mais difíceis para ser resolvido, uma vez que em todas as residências atingidas pela cheia, tanto os “poços amazônicos”, quanto as “fossas sépticas” foram inundadas e isso promoveu a alta contaminação do lençol freático até mesmo de regiões não afetadas.

Com a decretação de “Situação de Emergência”, o, Poder Público irá por meio de cada Secretaria Municipal fazer um rápido levantamento e apresentar a Coordenadoria de Defesa Civil que por sua vez atuará na busca de soluções, sendo possível até mesmo o envio de recursos para complementar as ações que serão desenvolvidas pela Prefeitura de Buritis.

Nestes primeiros dias que sucedem o ocorrido, além das doações que estão chegando na base de recolhimento e atenção aos atingidos, está sendo, segundo explicou a secretária municipal de Assistência Social Neuselice Caetano, necessário a presença de voluntários para atuar na distribuição destas doações, uma vez que é necessário agilizar os trabalhos como forma de atender rapidamente as famílias afetadas.

Na Escola Municipal Paulo Freire as aulas estão suspensas uma vez que a enchente danificou documentos, equipamentos e até mesmo afetou a estrutura física de uma sala de aula. A cozinha e também o poço artesiano foram afetados e por este motivo não será possível retomar as atividades até que soluções sejam dadas aos problemas.

O DER e a ACIB também estão cooperando. O DER já está atuando na recuperação de pontes e bueiros, tendo o diretor da 16ª Residência do DER em Buritis, solicitado mais máquinas ao Diretor Geral do órgão. A ACIB deu início em uma campanha onde o objetivo é arrecadar colchões que serão repassados às famílias atingidas.

O prefeito Toninho Correa pediu empenho de todos, pois neste momento, mais do que uma obrigação, tudo é questão humanitária. “Vamos ajudar a reconstruir nosso município” conclamou ele.

Após o fechamento dos relatórios – que deverá ocorrer até o final desta semana, entidades como o Batalhão de Polícia Ambiental e Sedam, serão visitadas como forma de obter madeiras para reconstruir pontes e bueiros, assim como ouros órgãos do Governo do Estado e também do Governo Federal.

Fonte: Alerta Rondônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA