Agentes penitenciários reclamam de insegurança com fim de revista íntima

rebeliaojipaAgentes penitenciários do Presídio Agenor Martins de Carvalho, em Ji-Paraná (RO), estão reclamando da falta de segurança no trabalho com a proibição da revista íntima de visitas. Desde outubro de 2014, o exame nos visitantes de presidiários só pode ser realizado por meio de raio X. No entanto, os equipamentos não foram instalados na penitenciária. A Secretaria Estadual de Justiça (Sejus) garante a instalação nos próximos três meses.

Os agentes alegam que a falta de revista facilita a entrada de drogas e celulares no local, que, segundo a categoria, triplicou desde o final do ano passado. “Muitos crimes fora das unidades podem acontecer a mando de presos em rebeliões e ainda temos que lidar com pessoas sob efeito de drogas”, explica Rogério Siqueira, delegado sindical dos agentes penitenciários.

Conforme os servidores do presídio, a proibição também aumenta os riscos de ataques e rebeliões dos detentos. Na segunda-feira (13) da última semana, 143 presos do pavilhão B se rebelaram, quebrando cadeados e ateando fogo a uniformes e colchões. No incidente, um preso foi ferido na perna por uma bala de borracha e um policial foi atingido por uma pedra. O motim foi contido após a entrada do Grupo de Operações Especiais da Polícia Militar. Nenhuma arma de fogo foi encontrada no local.

“Hoje nós encontramos drogas e celulares, amanhã podem ser armas, o que coloca em risco a vida dos agentes”, ressalta Rogério Siqueira. Os agentes penitenciários reivindicam a instalação urgente dos aparelhos de raio X na unidade prisional.

O gerente regional da Sejus em Ji-Paraná, Robson Mendes, garante que a compra dos equipamentos de segurança já está prevista pelo governo e que a entrega deve acontecer nos próximos três meses. “Todas as unidades do estado devem receber raio X, portal, raquete detectora de metal. Este materiais estão sendo adquiridos pelo estado e, dentro de 90 dias, devem ser entregues”, afirma.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA