Autorizada obra do Hospital Regional de Ariquemes

hospitalCom a presença da população e de autoridades do Estado e do município, foi lançada na manhã de ontem, a Pedra Fundamental para a construção do Hospital Regional de Ariquemes, solenidade esta em que o governador Confúcio Moura e demais representantes do poder público assinaram a ordem de serviço para o início das obras.

A emenda de R$ 35 milhões destinada para a construção do novo hospital, através do senador Acir Gurgacz (PDT), faz parte do programa de descentralização do atendimento de média e alta complexidade no Estado. De acordo com o projeto, o hospital terá 140 leitos, sendo 113 de internação, seis de unidades de cuidados intermediários, 20 leitos unidade de tratamento intensivo (UTI), seis leitos de recuperação pós-anestésica e cinco centros cirúrgicos.

“Uma obra importante para a região de Ariquemes, e que é um trabalho de equipe, a união das forças tanto do governador, o prefeito Lorival Amorim, prefeito Márcio, que começaram esse projeto e a nossa atuação no Congresso Nacional. Colocamos uma emenda de bancada, indicada por mim no orçamento da União, e conseguimos a liberação desse recurso, este já depositado na Caixa Econômica Federal e agora só a execução dessa obra”, ressaltou o senador Acir Gurgacz.

hospital1No total, serão quase sete mil metros quadrados de área construída. A obra está orçada, inicialmente, em R$ 35 milhões. De acordo com o governador Confúcio Moura, a construção do moderno Hospital Regional de Ariquemes é mais um imenso passo dado pelo governo de Rondônia para levar atendimento de qualidade à população do Estado. “Este é um hospital projetado ainda na minha época como prefeito e agora que conseguimos fechar com a verba necessária e a licitação. Então começa agora a obra com o prazo de cerca de 1 ano e meio, para entregarmos um hospital novo, bonito, e que vai realmente ser uma referência para a região de Ariquemes.

Segundo o governador, a construção deste novo complexo trará segurança e comodidade para a população do Vale do Jamari e, contudo, estima-se uma diminuição do atendimento das unidades de saúde da capital, que se encontram superlotadas.

hospital2“É um novo momento para a cidade que trará paz para os pacientes, com o objetivo de segurar o paciente perto de sua casa, pois esses deslocamentos para Porto Velho, por exemplo, são muito ruins, dão muito prejuízo, e o temor de estar longe, em lugares desconhecidos. Não podemos deixar de citar a hemodiálise, que Ariquemes é referência para outros municípios”, expôs Confúcio Moura.

Após a assinatura do documento, o governador juntamente com as autoridades presentes, depositou itens hospitalares (luvas, agulhas, seringas, estetoscópio e o jornal do dia) na caixa que foi lacrada e posteriormente colocada na pedra fundamental.

Fonte: Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA