Banco de RO é condenado a indenizar ex-funcionária em R$ 50 mil

hsbcUm banco de Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, foi condenado pelo Tribunal Regional do Trabalho de Rondônia (TRT-RO) a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais para uma ex-funcionária da agência local. De acordo com o TRT, a ex-técnica e consultora de atendimento sofria com a imposição de metas excessivas e cobranças desrespeitosas.

Na ação judicial, a servidora alegou que era alvo de constantes ameaças de penalização caso não atingisse as metas de comercialização de produtos oferecidos pelo banco ou também na ocorrência de inadimplência por parte dos clientes.

Na sentença, o juiz do trabalho, Cleverson Oliveira, afirmou que impor metas e cobranças do cumprimento do serviço faz parte do direito do empregador, porém, relatos de testemunhas comprovaram a denúncia de metas excessivas para a funcionária e cobranças com tons de ameaça por parte dos supervisores.

Conforme a Justiça do Trabalho, uma das testemunhas do processo chegou a pedir demissão do banco por causa da pressão sofrida dentro da agência bancária de Ariquemes.

Diante dos depoimentos de testemunha e da ex-funcionária, o juiz determinou o pagamento de indenização de R$ 50 mil, a título de danos morais, e mais R$ 4 mil por horas extras, reflexos de horas extras, indenização de despesas com veículo e custas processuais.

Segundo o TRT, a instituição financeira já recorreu da sentença e o recurso será analisado pelos desembargadores. O G1 não conseguiu contato com a assessoria do HSBC Brasil até a publicação desta reportagem.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA