Cacoal: Trabalhadores discutem sobre saúde em evento

Cacoal: Trabalhadores discutem sobre saúde em evento

saudeParcerias são firmadas para promover o fortalecimento das ações relacionadas à saúde do trabalhador. Para oferecer melhores condições de trabalho e qualidade de vida aos trabalhadores, o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) tem procurado estreitar os laços com sindicatos e órgãos que representam a categoria trabalhadora.

Semana passada a entidade realizou no auditório do Ministério Público uma série de palestras enfocando as ações e práticas a serem efetivamente respeitadas. “A proposta é se aproximar dos sindicatos e vigilância sanitária, já que estes estão mais próximos do trabalhador e conhecem a realidade local”, explicou a gerente da unidade de Cacoal Selma Correia Lima e Silva. Entre as principais atividades desenvolvidas, apesar de ter como foco ações educativas e preventivas.

A gerente explicou que a entidade tem notificado as empresas em parceria com o Ministério Público, para que sejam oferecidas condições de trabalho de forma digna e saudável aos trabalhadores. A unidade de Cacoal atende 16 municípios circunvizinhos e conta com recurso de convênio com a prefeitura. Conforme a gerência, faz acompanhamento nos trabalhadores por meio de agendamentos do próprio empresário ou através de denúncias.

Segundo o centro, em 2014 houve a diminuição do número de acidente de trabalho devido o trabalho realizado de conscientização de equipamentos de segurança. No entanto o número de queixas para intervenção ergonômica, que são modificações na interação do sistema homem e máquina, cresceram de forma considerável.

“Apesar da tecnologia, o homem não se ajustou à máquina e nem a máquina ao homem, o que torna essas queixas diárias”, afirmou a gerente.

NOTIFICAÇÕES

De acordo com Ivani Grooman, responsável pela vigilância em saúde em Cacoal, as notificações são usadas como base para traçar estratégias de prevenção aos acidentes e doenças. “Se não houver a notificação, nós não dispomos de dados para direcionarmos os trabalhos para as áreas mais críticas. Então fazemos esse serviço para assim agirmos com eficácia” ,disse Ivani.

SERVIÇO

O atendimento é aberto aos trabalhadores de todos os segmentos – público e privado. O Cerest funciona na avenida Cuiabá nº 2.330 e tem horário de atendimento das 7h às 13h. Informações pelo telefone (69) 3907-4059.

Fonte: Diário da Amazônia
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA