Candidata do DEM, professora Eloíza se emociona com adesão voluntária de liderança indígena

A professora Eloíza, candidata a vereadora pelo DEM, vem recebendo várias adesões ao longo de sua caminhada e se emociona a cada declaração de pessoas que, conhecendo seu trabalho e seu histórico de vida, a procuram para lhe garantir apoio e esforços para ajudar-lhe nessa disputa por uma vaga à Câmara Municipal de Cacoal.

Um desses momentos aconteceu no domingo, 25, quando ela recebeu em sua casa o indígena Meyoa Suruí e família, que, voluntariamente, a procurou para dizer que vai apoiá-la por conhecer seu trabalho e sua dedicação quando foi gestora de uma escola na Linha 10, local onde ele era cacique em sua aldeia.

“Meyoa e sua família vieram não apenas selar o compromisso, como eleitores, mas também demonstrar seu afeto e pelo meu trabalho. O mais importante é que fazem isso de forma espontânea. Nas palavras que ele e sua família dirigiram mim, falaram que dão esse apoio em razão de minha idoneidade, minha transparência em todos os meus atos, o meu carinho, a responsabilidade que exerci no meu trabalho, quando atuei no comando da escola MARIA MONTESSORI e a excelência com que servi, sem acepção de pessoas. Isso me emocionou e me fez chorar. Eu não tinha noção da grandeza do olhar deles em relação a mim”, afirma.

A candidata ressalta que é sempre emocionante receber apoios como esse que ela recebeu neste domingo, assim como outros apoios espontâneos que ela tem recebido em suas andanças. “Esse tipo de apoio nos dá a certeza de que a colheita sempre é boa quando semeamos a boa semente em nosso labor ao longo de nossa vida. Por esse afeto que recebo de pessoas que externam sua amizade e carinho por mim e por minha família, eu só tenho a agradecer a Deus. Isso me motiva ainda mais nessa jornada na qual busco o voto de pessoas que, como eu, querem o melhor para a nossa amada Cacoal”, conclui a candidata.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA