segunda-feira, setembro 20, 2021

China autoriza 21 frigoríficos brasileiros para exportação de carne

RONDÔNIA – O Ministério da Agricultura  recebeu comunicado da Administração Geral de Alfândegas da China (GACC, na sigla em inglês) confirmando o credenciamento e autorização para mais 21 frigoríficos brasileiros exportarem carne para o país asiático.

Dos novos estabelecimentos autorizados, cinco são de Rondônia, localizados nos municípios de Chupimguaia, Ji-Paraná, Pimenta Bueno e dois em Rolim de Moura.

Para o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) que auxiliou nas tratativas técnicas, políticas e diplomáticas entre os dois países, a abertura desse mercado para a carne rondoniense é resultado do trabalho de pecuaristas, da Idaron, da Seagri e do Fefa, que juntos conquistaram o status livre de aftosa sem vacinação para o rebanho bovino do Estado.

O senador também destacou que essa conquista é também resultado do trabalho dos frigoríficos, que atuam dentro das mais modernas normas técnicas e sanitárias, assegurando a qualidade da carne rondoniense, do chamado  “boi verde” – criado no pasto e no sistema de semi-confinamento.

“É uma notícia boa para nossas pecuaristas e frigoríficos, mas também para toda economia regional, pois vai gerar mais emprego e renda para muita gente”, salienta Gurgacz.

Foto: Pedro França/Agência Senado

As negociações para essa ampliação do mercado da carne foram conduzidas pelo Ministério da Agricultura, pelo Ministério das Relações Exteriores, pela Embaixada do Brasil na China, e também pela Comissão de Agricultura do Senado, da qual o senador Acir Gurgacz é presidente.

Para inclusão dos frigoríficos rondonienses entre os exportadores, o senador cobrou mais agilidade do Ministério da Agricultura no cadastramento das plantas de Rondônia e também atuou junto à Embaixada da China no sentido de facilitar o trabalho burocrático, técnico e diplomático.

Os chineses são os maiores parceiros comerciais do agronegócio brasileiro.

“Com a conquista do selo livre de aftosa sem vacinação para Rondônia iniciamos um trabalho junto ao governo brasileiro e a embaixada chinesa para incluir os frigoríficos rondonienses entre os exportadores para o mercado asiático. É uma grande conquista para o nosso Estado e para todo o Brasil”, ressalta o senador rondoniense.

Fonte: ASCOM – Senador Acir Gurgacz 

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

CDL Cacoal defende retorno de voos da Azul

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Cacoal (CDL Cacoal) une-se as demais entidades de classe, no sentido de solicitar o retorno dos voos da...

Brisa da Mata será o primeiro condomínio residencial de sobrados geminados em Cacoal

Em Cacoal, o mês de setembro de 2021 será marcado pelo lançamento de mais um grande empreendimento. Responsável por residenciais e condomínios como Vila...

Coluna Marisa Linhares 16 de setembro

EQUIPE DE VENDAS FIAT PSV Registrei na PSV CACOAL do renomado Grupo Gilberto Miranda em Rondônia, a gerente de vendas Rute Mandrick com os consultores...