sexta-feira, setembro 24, 2021

Chupinguaia: homem que ateou fogo na companheira é condenado por tentativa de feminicídio

(Foto: Reprodução)

E. F. da S. foi condenado pelo Tribunal do Júri, na segunda-feira (13), por tentativa de feminicídio cometida contra a companheira em Chupinguaia (RO). Ele teria ateado fogo na mulher porque ela conversava com outra pessoa no telefone.

O crime aconteceu em outubro de 2019 motivado por ciúmes. A vítima sofreu queimaduras de segundo grau e correu perigo de morte, mas sobreviveu, de acordo com as provas apresentadas no processo.

A defesa do réu alegou que ele não tinha a intenção de matar a companheira. No entanto, os jurados não acolheram a tese e ainda reconheceram que o recurso utilizado no crime [fogo] é cruel.

No texto da sentença, a juíza Liliane Pegoraro ressaltou que o poder judiciário “não pode fechar os olhos para situações de violência doméstica”. Na época dos fatos, os dois envolvidos viviam em um relacionamento problemático, mas tais problemas não justificam o ato criminoso.

“Agredir outro ser humano, em especial, sua companheira somente por não aceitar que ela não queria mais o relacionamento, ruma à beira do absurdo”, aponta.

A magistrada alerta ainda que as consequências dessas situações não geram consequências somente para as vítimas e sim para toda a sociedade.

“Cada vez mais há mulheres vítimas de violência doméstica, que são agredidas pelas pessoas que deveriam compartilhar a vida junto, que deveriam cuidar delas, dar afeto, carinho, são tratadas como objeto”, salienta.

O réu, que aguardou a decisão preso, foi condenado a 10 anos de prisão por tentativa de feminicídio sem a opção de recorrer em liberdade.

Fonte: G1

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

Coluna Marisa Linhares 23 de setembro de 2021

CASAMENTO CIVIL Em Campo Grande/MS, na última terça-feira, DIA 21, minha filha caçula FERNANDA LINHARES TRAVENÇOLO se casou no civil com ALEXANDRE PAULITSCH, sócio proprietário...

Prova de vida do INSS precisa ser feita por 37 mil segurados em Rondônia até 2022; veja como

Caiu para 37 mil o número de rondonienses que precisa fazer a prova de vida, segundo levantamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)...

Feirante é presa por matar homem a tiros em Porto Velho: ‘Ele vivia me ameaçando’

Uma feirante foi presa nesta terça-feira (21) em Porto Velho suspeita de matar um homem identificado como André Marinho Oliveira, de 36 anos, em...