CI promove diligência externa em regiões com gargalos de infraestrutura de abastecimento energético

Presidida pelo senador Marcos Rogério (DEM), a comissão também pretende acompanhar o andamento das obras de expansão do setor

Com a expectativa de retomada do crescimento econômico, espera-se um rápido aumento do consumo de energia, seja na forma elétrica, ou na forma de combustíveis. Para atender a demanda, o governo tem trabalhado em obras de expansão do setor, evitando, assim, uma ameaça à segurança energética do País.

Responsável pela fiscalização e aprovação de políticas públicas para o setor, a Comissão de Infraestrutura aprovou, nesta terça-feira (01/10), a realização de diligência externa nas regiões com gargalo de infraestrutura de abastecimento energético, e, também, em empreendimentos do setor energético em construção ou recém-concluídos, para verificar o cumprimento dos cronogramas de obras e a conexão à infraestrutura existente.

O requerimento foi apresentado pelo senador Marcos Rogério (DEM-RO), que também preside os trabalhos na comissão. “A execução de diversos projetos de infraestrutura, como as refinarias da Petrobras em Pernambuco e no Rio de Janeiro ou a interligação de parques eólicos às redes de transmissão, está atrasada em relação aos cronogramas planejados. Esse descompasso poderá provocar sérias falhas de abastecimento e tornar-se um obstáculo ao crescimento econômico”, justificou o senador.

Ainda segundo o parlamentar, nesse contexto de ameaça à segurança energética do País, cabe ao Congresso Nacional fiscalizar o setor e indicar ao governo as medidas necessárias que afastem futuras restrições no abastecimento de energia. “Esperamos contribuir com o governo na identificação de possíveis gargalos ou atrasos no cronograma. Esse é o momento de unir forças para promover o crescimento e o desenvolvimento do nosso Brasil”, concluiu.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA