sábado, setembro 25, 2021

Clipe musical produzido em Rondônia ultrapassa 100 mil visualizações

RONDÔNIA – O clipe Pachamama, do cantor rondoniano A Black Z, ultrapassou a marca de 100 mil visualizações e mostra que a arte produzida em Rondônia tem potencial para ganhar o mundo.

A obra usa poesia para retratar o ecossídio que vem acontecendo na Amazônia.

“Nosso quintal está em chamas e não temos outro instrumento para combater o fogo, a não ser a conscientização. Nesse a arte é um importante meio para se provocar reflexão e transformação no pensamento da sociedade” – Édier William, autor da letra da canção e diretor do clipe.

Em um trecho da canção é possível perceber que apesar da esperança ser carbonizada dia após dia, a cada incêndio criminoso provocado na região, a natureza se mantém viva e resiste: “Boratam fogo na esperança, roubaram o futuro (…) Gaia ainda existe e nos mantém vivos, Gaia ainda resiste e nos mantém vivos”. A pergunta que fica é até quando Gaia, a Mãe Natureza, resistirá.

Este clipe foi produzido em Porto Velho/RO, um estado que está vivendo a fase de vanguarda da produção de clipes musicais e ter um clipe que ultrapasse as 100 mil visualizações é um grande feito e é a segunda vez que Édier William produz um clipe que do Cantor A Black Z e ultrapassa essa marca.

A canção deste clipe é o carro chefe do EP PACHAMAMA do cantor A BLACK Z e é reflexo de processos de estudos e pesquisas sobre a degradação ambiental que vem destruindo um dos mais belos biomas do mundo, a Amazônia.

“Produzimos canções que não apenas trouxessem as mensagens de enaltecimento da mãe terra, como também tivessem uma pegada dançante e, por consequência, fosse comercial” – A Black Z.

O EP composto por três músicas que partem do carimbó em direção ao pop apocalíptico, chegou às plataformas de straming no dia 15 de Julho de 2021.

 LEI ALDIR BLANC

Esse projeto é fomentado com recursos da Lei 10.017/2020 – Lei Aldir Blanc – por meio da Prefeitura Do Município De Porto Velho – Funcultural.

Trabalhos como esse mostram a importância de iniciativas de fomento à produção cultural,sobretudo fomento realizado de forma descentralizada. Artistas como A Black Z raramente conseguem se ascender no mercado, mas os recursos oriundos da Lei Aldir Blanc permitiram que muitos artistas invizibilizados conquistassem voz e espaço para sua arte.

Para assistir ao CLIPE MUSICAL acesse: https://youtu.be/uO3plZ7Oejk

Para fazer ouvir EP PACHAMAMA acesse: https://ablackz.hearnow.com/

Para conhecer outros trabalhos do cantor encontre-o nas redes sociais @ablackz.cantor

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Agenda Porto Velho

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

Coluna Marisa Linhares 23 de setembro de 2021

CASAMENTO CIVIL Em Campo Grande/MS, na última terça-feira, DIA 21, minha filha caçula FERNANDA LINHARES TRAVENÇOLO se casou no civil com ALEXANDRE PAULITSCH, sócio proprietário...

Prova de vida do INSS precisa ser feita por 37 mil segurados em Rondônia até 2022; veja como

Caiu para 37 mil o número de rondonienses que precisa fazer a prova de vida, segundo levantamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)...

Feirante é presa por matar homem a tiros em Porto Velho: ‘Ele vivia me ameaçando’

Uma feirante foi presa nesta terça-feira (21) em Porto Velho suspeita de matar um homem identificado como André Marinho Oliveira, de 36 anos, em...