sábado, setembro 25, 2021

Coleta de sangue realizada em Colorado do Oeste fortalece estoque do Hemocentro de Vilhena

RONDÔNIA – Fundação de Hematologia e Hemoterapia (Fhemeron), comemora as 209 bolsas de sangue que foram coletadas para equilibrar os estoques do Hemocentro Regional de Vilhena. A ação aconteceu nos dias 23 e 24, nas dependências do Tiro de Guerra, em Colorado do Oeste.

Das 300 pessoas que compareceram ao chamamento, 209 estavam aptas a doar sangue

“Foram dois dias de coleta externa no município, onde mais de 300 pessoas que compareceram ao chamamento. Destas, 209 estavam aptas para doar e assim vamos regularizando os estoques do banco de sangue do Estado de Rondônia”, comemorou o presidente da Fhemeron, Reginaldo Girelle.

Reginaldo Girelle agradeceu, em nome do Governo do Estado, todos os envolvidos para que a campanha acontecesse. “Recebemos apoio da equipe do Tiro de Guerra e também da equipe do Hemocentro de Vilhena. Um esforço excepcional feito na cidade de Colorado do Oeste. Juntos vamos buscando manter nosso estoque equilibrado para atender a população”, disse.

Em Vilhena, o Hemocentro está localizado na Avenida Jô Sato, número 405, Bairro Jardim América, ao lado do Hospital Regional. Os atendimentos acontecem da seguinte forma: segunda-feira e sexta-feira, das 7h às 12h; terça-feira, quarta-feira e quinta-feira das 7h às 18h30. Doações em grupos podem ser agendadas por meio dos telefones: (69) 3321-5147 / 99240-6211.

CONDIÇÕES

Para doar sangue, o voluntários deve estar em boas condições de saúde, ter entre 18 e 69 anos de idade. Os jovens entre 16 e 17 anos podem doar acompanhados dos pais ou responsáveis legais e ter peso acima de 50 kg.

IMPEDIMENTOS TEMPORÁRIOS

  • Estar gripado, resfriado ou com febre; (aguardar sete dias após o desaparecimento dos sintomas);
  • Infecção pelo novo coronavírus, (aguardar 30 dias após a completa recuperação);
  • Estar grávida ou amamentando;
  • Estar em tratamento médico;
  • Ter ingerido bebida alcoólica no dia da doação (12 horas);
  • Ter tatuagem feita há menos de um ano;
  • Ter feito endoscopia digestiva nos últimos seis meses;
  • Ter adquirido malária nos últimos 12 meses.

 

 

 

 

 

Fonte
Texto: Jesica Labajos
Fotos: Jesica Labajos
Secom – Governo de Rondônia

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

Coluna Marisa Linhares 23 de setembro de 2021

CASAMENTO CIVIL Em Campo Grande/MS, na última terça-feira, DIA 21, minha filha caçula FERNANDA LINHARES TRAVENÇOLO se casou no civil com ALEXANDRE PAULITSCH, sócio proprietário...

Prova de vida do INSS precisa ser feita por 37 mil segurados em Rondônia até 2022; veja como

Caiu para 37 mil o número de rondonienses que precisa fazer a prova de vida, segundo levantamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)...

Feirante é presa por matar homem a tiros em Porto Velho: ‘Ele vivia me ameaçando’

Uma feirante foi presa nesta terça-feira (21) em Porto Velho suspeita de matar um homem identificado como André Marinho Oliveira, de 36 anos, em...