Começa hoje: seis novas faixas etárias podem se vacinar nesta semana em Vilhena

Começou nesta segunda-feira a vacinação de idosos com 69 e 68 anos em Vilhena. Na terça-feira será a vez daqueles com 67 e 66 anos, enquanto na quarta-feira já estarão sendo vacinados idosos de 65 e 64 anos. Acelerando, a vacinação na cidade acontece em frente à Câmara Municipal de Vereadores, somente por drive-thru. Outros três locais também são utilizados como postos de vacinação, dentro das unidades: no Centro de Atendimento ao Idoso e também nas escolas Álvares de Azevedo e Ivete Brustolin. Sempre das 8h às 13h, a imunização protege contra 100% dos casos graves após duas semanas da aplicação da segunda dose.

É necessário levar documento pessoal com foto, CPF, comprovante de residência e cartões de vacina e do SUS. Aqueles que não puderem ir em seu dia específico ainda podem ser vacinados normalmente, durante a semana, das 7h às 13h, nos postinhos Afonso Mansur (na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes) ou Vitalina Gentil (que funciona atualmente no prédio da Policlínica João Luiz, ao lado do Corpo de Bombeiros, na avenida Capitão Castro).

Nenhuma reação adversa grave foi registrada até o momento na vacinação em Vilhena. Porém, qualquer reação deve ser comunicada ao Setor de Imunização através do WhatsApp institucional 3322-4170.

“Salientamos que na Câmara Municipal de Vereadores atenderemos somente por drive-thru. Aqueles que desejarem ir a pé para a vacinação precisam se deslocar até os outros três postos de imunização que providenciamos em locais estratégicos da cidade, para ficar próximo de todos. Queremos agilizar a aplicação das doses e quanto mais organizada ela for, mais rapidamente todos receberam a imunização”, garante Sueli Aparecida da Silva, coordenadora do Setor de Imunização.

Até sábado haviam sido vacinados 5.315 vilhenenses com a 1ª dose e 1.816 com a 2ª dose, totalizando 7.131 doses aplicadas, que representam mais de 70% do total já recebido. Com a aplicação programada para esta semana, Vilhena deve aplicar a totalidade de suas vacinas disponíveis para primeira dose.

A Secretaria Municipal de Saúde destaca que a proteção alcança 100% para casos graves da doença somente após duas semanas da aplicação da segunda dose. Por isso, os cuidados devem continuar, como uso correto da máscara, distanciamento social, higienização do ambiente de trabalho e das mãos com frequência, entre outros.

Semcom

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA