sábado, setembro 25, 2021

Como perder gordura localizada? – Guia para perda de peso!

Foto: Ilustrativa

Como perder gordura localizada? Gordura localizada é um termo impróprio e comumente usado para indicar a maior espessura – em relação à média corporal – de alguns tecidos adiposos espalhados pelo corpo.

De interesse estético, mas também saudável, a gordura localizada é maior no abdômen e circunferência da cintura em homens e coxas, nádegas e quadris em mulheres.

O impacto estético da gordura localizada certamente não é o melhor. Mas é realmente possível diluir um tecido adiposo específico, normalmente resistente à perda de peso? Sim, claro!

Uma opção é o Detox Caps, famoso por retirar todas as gorduras localizadas acumuladas devido a toxinas provenientes em sua grande maioria de alimentos ultraprocessados.

A melhor notícia sobre o mesmo é que não existem efeitos colaterais do Detox Caps, afinal, trata-se de um produto natural e que muitas pessoas já estão utilizando. Continue nos acompanhando e entenda melhor sobre como perder gordura localizada. Vamos lá!

A perda de gordura localizada depende do quê?

O mecanismo fisiológico de acumulação generalizada de gordura é atribuível a um processo anabólico de lipossíntese e armazenamento, devido a um balanço calórico positivo, ou seja, mais calorias são introduzidas do que consumidas.

A gordura é depositada em áreas chamadas de panículo adiposo subcutâneo, localizadas entre a epiderme (mais na superfície) e o tecido muscular (mais profundo).

Por que a gordura está localizada?

O tecido adiposo aumenta e diminui com maior ou menor prioridade em certas partes do corpo de acordo com as características subjetivas e sexuais (ligadas indiretamente à idade). É por isso que algumas pessoas ganham mais ou menos peso em certas partes do corpo.

A localização específica da gordura depende, portanto, de vários fatores, entre os quais reconhecemos como os mais relevantes: fluxos hormonais, mapeamento de receptores dos mesmos, em particular estrogênio, progesterona e testosterona ou seus derivados, mas também de cortisol e genética.

Como perder gordura localizada?

A perda de peso geral – visível na escala – é influenciada por variáveis como os hormônios da tireoide, a massa muscular geral (que afeta tanto a taxa metabólica basal quanto a capacidade metabólica dos nutrientes), o tipo e a extensão do treinamento (referindo-se à eficiência metabólica), qualquer desequilíbrio crônico de insulina, etc.

Por outro lado, além de serem influenciadas pelos hormônios sexuais, nem todas as células de gordura respondem bem aos hormônios emagrecedores e de fato as áreas mais resistentes ao emagrecimento são as regiões das nádegas para mulheres e região abdominal para homens.

O emagrecimento localizado então, portanto, não pode seguir um caminho ligado aos músculos envolvidos no esforço, mas depende de variáveis quase imutáveis e quase totalmente impossíveis de controlar.

A influência dos hormônios na composição corporal

Os depósitos de gordura localizados são influenciados pelos níveis plasmáticos de vários hormônios. Os andrógenos dificultam o depósito de gordura, mas em todo caso no homem facilmente se apresenta um acúmulo abdominal.

Além disso, quem tem níveis baixos de testosterona associados a níveis elevados de cortisol, a gordura tende a ficar ainda mais concentrada na adiposidade das costas (e abdômen), enquanto a massa muscular dos braços e pernas é reduzida.

Altos níveis de estrogênio estão associados a um aumento no tríceps, coxas e nádegas. No tecido adiposo, existe uma enzima chamada aromatase que pode converter a testosterona em estrogênio.

O corpo feminino poderia, assim, “defender-se” de uma queda no estrogênio, acumulando gordura. Em contraste, o corpo masculino poderia fazer o mesmo para o excesso de andrógenos, por exemplo, esteróides anabolizantes, convertendo-se em estrogênio.

Quando os homens produzem muito estrogênio, eles têm certas características femininas, como o aumento do tecido mamário.

Manter esses hormônios sob controle por meio de treinamento, estilo de vida e nutrição é possível. Então, vamos ver em detalhes algumas dicas de como perder gordura localizada e promover a perda de peso.

  • Para mulheres: aumentar o nível de atividade física geral, seja dar uma volta com seu cachorro adestrado ou fazer academia, evitar sobrepeso geral, compensar qualquer desequilíbrio glicêmico, etc;
  • Para homens: aumentar a massa muscular e melhorar a força, além de limitar o excesso de peso geral;
  • Para todos: evitar o aumento do cortisol, estresse, jejum prolongado e treinamento em jejum, treinamento excessivamente prolongado (principalmente aeróbio), principalmente se for intenso.

Um método “eficaz” de como perder gordura localizada

Assumimos que, sem definir um déficit de energia, não é possível obter qualquer forma de perda de peso.

Portanto, é necessário estabelecer uma dieta de emagrecimento de baixa caloria. Para isso, é possível manter a fonte de alimentação constante e aumentar o gasto ou vice-versa. Mas qual atividade física motora realizar?

Métodos apropriadamente “eficazes” para perda de peso localizada obviamente não existem. Além disso, o único sistema que garante resultados concretos é o da musculação – entendida como cultura física em todos os aspectos.

Por outro lado, nem todos estão dispostos a ir “tão longe”. No sentido de que protocolos de melhoria estética podem ser bastante cansativos de serem seguidos, por vários motivos.

O que iremos relatar, portanto, se refere àqueles que gostariam de começar a melhorar, mas ainda não têm todas as condições para experimentar seu treino e dieta específicas para cultura estética.

Portanto, devemos focar no treinamento cardio, afinal, se o interesse na perda de peso localizada é puramente uma estética, o que importa se é um efeito direto ou simplesmente um visual?

O treinamento cardio é traz excelentes resultados entre o fortalecimento muscular – mesmo com uma orientação metabólica – e o treinamento aeróbio.

Além disso, um bom treinamento cardio pode ser desenvolvido em qualquer lugar, até mesmo em casa, usando exercícios calistênicos e atividades ao ar livre, como correr e pular.

O circuito de treino cardiorrespiratório também permite melhorar o estado de saúde, a boa forma geral e o bem estar como um todo, ajudando principalmente na diminuição de hormônios que causam o estresse, como o cortisol que já citamos aqui anteriormente. Até a próxima!

Por: Lucas Martinatto

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

Coluna Marisa Linhares 23 de setembro de 2021

CASAMENTO CIVIL Em Campo Grande/MS, na última terça-feira, DIA 21, minha filha caçula FERNANDA LINHARES TRAVENÇOLO se casou no civil com ALEXANDRE PAULITSCH, sócio proprietário...

Prova de vida do INSS precisa ser feita por 37 mil segurados em Rondônia até 2022; veja como

Caiu para 37 mil o número de rondonienses que precisa fazer a prova de vida, segundo levantamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)...

Feirante é presa por matar homem a tiros em Porto Velho: ‘Ele vivia me ameaçando’

Uma feirante foi presa nesta terça-feira (21) em Porto Velho suspeita de matar um homem identificado como André Marinho Oliveira, de 36 anos, em...