Concurso do IFRO tem provas suspensas pela banca organizadora em RO

As provas do concurso do Instituto Federal de Educação, Ciência Tecnologia de Rondônia (Ifro) para funções de docente e técnico administrativas em educação, que seriam feitas no domingo (16), foram suspensas pela banca responsável pelo certame. Segundo o Ifro os motivos para suspensão das provas não foram apresentados pela empresa. As provas seriam aplicadas em Porto Velho, Ji-Paraná e Vilhena.

Ainda segundo o Ifro, no total 4.143 candidatos estavam inscritos no concurso, sendo 2.950 para técnicos administrativos e 1.193 para docentes. As provas aconteceriam das 8h às 12h para o cargo de docente, e das14h às 18h para técnico.

De acordo com uma nota divulgada sábado (15), véspera da prova, pela Inaz do Pará, banca realizadora do concurso, a impossibilidade de aplicação das provas aconteceu devido a necessidade de adequação técnica.

“Tendo como finalidade promover um certame que atenda às exigências legais na sua integralidade e de modo mais adequado a realidade local, bem como visando satisfazer as necessidades do Instituto quanto ao provimento de cargos, proporcionando uma seleção de candidatos que se evidencie efetiva e pautada na segurança jurídica”, informa a nota divulgada no site da empresa.

Para o Ifro a decisão de adiar o concurso foi unilateral e a empresa não comunicou a decisão nem os motivos da suspensão. Ainda conforme o Instituto, medidas administrativas e jurídicas estão em andamento para solucionar a questão.

Renata da Costa viajou mais de sete horas de ônibus de São Francisco do Guaporé (RO) até Ji-Paraná (RO) para fazer o concurso para técnico em assuntos educacionais. Ela ficou sabendo do cancelamento após o filho ver a nota na internet.

“Quando se lança o local de prova a gente imagina que tá tudo ok, e agora soltam essa nota. Eu acredito que todo mundo da minha região já viajou hoje. A minha sorte é que eu vim para casa de parentes, porque se não seria outro gasto”, lamenta Renata.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA