terça-feira, setembro 28, 2021

Cone Sul de Rondônia avança na imunização contra a covid-19; municípios recebem cerca de nove mil doses de vacinas nesta semana

Fotos: Jesica Labajos/Governo de RO

A evolução da imunização contra a covid-19 segue firme em todo o Estado. Seguindo o Plano Nacional de Imunização (PNI), o Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) segue com a distribuição das vacinas para os 52 municípios. O Cone Sul recebeu somente nesta semana, mais duas remessas que totalizam quase nove mil doses de imunizantes contra a doença.

O gerente da regional da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) da região Sul, Sérgio Matos, reforça que a distribuição das vacinas e de seringas é realizada aos municípios com base na população estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com o objetivo de aperfeiçoar a chegada dos imunobiológicos e a consequente vacinação contra a covid-19.

O Cone Sul recebeu duas remessas nesta semana dos imunizantes, totalizando 8.978 doses, sendo 5.120 da CoronaVac; 2.598 da Pfizer e 1.260 da AstraZenica. O painel de vacinação do Estado revela que 79.9% da população rondoniense já foram vacinados com a 1ª dose.

Os municípios dão continuidade à vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos, e realizam a repescagem para quem ainda não tomou a 1ª dose por algum motivo. Logo mais, seguirão o plano de 2ª dose para finalmente completar o quadro de vacinados em todo o Estado.

As sete cidades do Cone Sul totalizam até esta quinta-feira (2), 128.530 pessoas vacinadas com a 1ª dose, somente o município de Vilhena já vacinou 78.691 pessoas contra a doença.

Segundo o Ministério da Saúde (MS) o Brasil deve receber nesta quinta-feira, mais 2,6 milhões de doses do imunizante Pfizer, e prevê o envio de mais 10 milhões de doses até o próximo domingo (5). Os imunizantes prontamente são distribuídos aos Estados dando continuidade a vacinação em massa contra o coronavírus.

DOSE DE REFORÇO

No último dia 25 de agosto, a Sesau anunciou a aplicação da 3ª dose da vacina contra covid-19 para idosos com mais de 70 anos e imunossuprimidos, como as pessoas com câncer, HIV, transplantados, ou seja, aquelas com baixa imunidade deixando o paciente suscetível a infecções. A decisão foi tomada durante reunião do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) com o Ministério da Saúde, em Brasília.

Segundo o titutar da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo, a imunização deve iniciar ainda neste mês de setembro para os idosos que completaram o esquema vacinal há mais de seis meses. As pessoas imunossuprimidas devem esperar pelo menos 28 dias após a 2ª dose ou dose única. A vacinação de reforço vale para quem tomou qualquer vacina usada na campanha nacional de vacinação contra a covid-19.

 

 

Fonte: Jesica Labajos/Governo de RO

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

Operação Iara: PMRO realiza apreensão de quase 30 kg de pirarucu

A Polícia Militar do Estado de Rondônia (PMRO) por meio do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), realizou a apreensão de quase 30 quilos de...

Com dois dias de competição, Copa Vilhena de Vôlei de Praia apresenta disputas de alto nível

Torneio contou com a participação de atletas de diversos municípios e foi base para definir os representantes de Vilhena nos Jogos Intermunicipais de Rondônia Foi...

Adolescente recupera visão após cirurgia realizada pelo projeto “Enxergar” do Governo de Rondônia

Desde 2019, quando iniciou o projeto “Enxergar”, iniciativa do Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), a ação devolveu...