domingo, setembro 19, 2021

DEU BO – Geraldo da Rondônia, o ‘Valentão’, de novo, aos gritos, ameaça vigias e invade sede da Energisa na Capital

Cortesia e urbanidade já eram: reincidente nesse tipo de atitude hostil e desrespeitosa, parlamentar do PSC cria nova situação que o incrimina por quebra de decoro

PORTO VELHO – O deputado estadual José Geraldo Santos Alves Pinheiro (PSL), o Geraldo da Rondônia, 53 anos, invadiu hoje, 18, a sede da Energisa Distribuição Rondônia, na Avenida dos Imigrantes nº 4.137, em Porto Velho, agredindo dois vigias da empresa.

A informação foi dada pelo advogado da empresa, Wiliam Carati Mendel, que comunicou o fato à Assembleia Legislativa de Rondônia.

Nesta quarta-feira, às 11h27, o boletim de ocorrência relatava: o deputado bocudo ameaçou verbalmente os vigias Créusson dos Santos Dantas, 36, e Fábio Jone Magalhães Aguiar, 33 da Empresa Energisa Rondônia S/A. Eles denunciaram o fato ao Centro Integrado de Operações da Polícia Civil do Estado.

Agentes foram ao local, ouvindo dos servidores que o parlamentar, na condição de passageiro de uma camionete Hilux cor preta, desembarcou no estacionamento e tentou adentrar à empresa, quando foi abordado por um segurança. A polícia não informou o que Geraldo foi fazer na Energisa.

Barrado, soube que só poderia chegar à presidência se fosse autorizado, entretanto, ele desobedeceu e invadiu o ambiente. Nos corredores, xingou os funcionários.

“Ele disse que eu fizesse alguma coisa ia me cobrir na porrada”, contou Fábio à polícia. “Vou te cobrir na bicuda”, vociferou o deputado valente.

O vigia Cléusson narrou no B.O. que foi chamado de “vagabundo”. “Você vai me pagar”, ameaçou deputado.

Não é a primeira vez que Geraldo da Rondônia dirigiu ameaças a funcionários da Energisa. Segundo Créusson, no dia 8 de abril deste ano, o parlamentar invadira a empresa, com semelhantes agressões.

No próximo dia 24 de agosto, o deputado Eyder Brasil, relator de processo de quebra de decoro pelo deputado Geraldo, apresentará na Assembleia Legislativa a análise da situação, a pedido do Partido da Reconstrução da Ordem Social (Pros).

O expressaorondonia não conseguiu contato com a assessoria do deputado Geraldo da Rondônia, mas está à disposição para ouvir e publicar a versão do parlamentar sobre o incidente.

www.expressaorondonia.com.br

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

CDL Cacoal defende retorno de voos da Azul

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Cacoal (CDL Cacoal) une-se as demais entidades de classe, no sentido de solicitar o retorno dos voos da...

Brisa da Mata será o primeiro condomínio residencial de sobrados geminados em Cacoal

Em Cacoal, o mês de setembro de 2021 será marcado pelo lançamento de mais um grande empreendimento. Responsável por residenciais e condomínios como Vila...

Coluna Marisa Linhares 16 de setembro

EQUIPE DE VENDAS FIAT PSV Registrei na PSV CACOAL do renomado Grupo Gilberto Miranda em Rondônia, a gerente de vendas Rute Mandrick com os consultores...