Estudante de RO representará o Brasil em concurso internacional na Suíça

estudante_jipaO estudante rondoniense Leonardo da Silva, de apenas 15 anos, será o representante nacional no concurso de Redação de Cartas da União Postal Universal (UPU) de 2015. Esta é a 44ª edição do concurso e Leonardo é o primeiro rondoniense a se classificar na fase nacional. A fase final do concurso acontece na Suíça, quando a redação do estudante competirá com estudantes de vários outros países. Leonardo cursa o 2° ano do ensino médio, na Escola Estadual Carlos Drummon de Andrade, em Presidente Médici, cidade localizada a aproximadamente 400 quilômetros da capital Porto Velho.

No começo do mês de abril, ele venceu a fase estadual, onde, entre dezenas de redações, a de Leonardo foi escolhida por decisão unânime. Agora, a redação do estudante foi a escolhida entre outras 27 redações de todo o Brasil, como São Paulo, Rio Grande do Norte e alunos de vários outros estados.  A fase internacional ainda não tem data definida, mas deve acontecer até o mês de julho, quando a redação será avaliada na Suíça.

Este não é o primeiro concurso de redação que o estudante vence. Ainda na 6ª série, Leonardo foi campeão em um concurso de redação do Tribunal Regional Eleitoral. Ele participa do concurso da UPU deste sua 40ª edição, e já conquistou 2º e 3º lugar. No ano passado, em outro concurso, a redação dele e de outros oito selecionados de Rondônia permitiu uma viagem para os Estados Unidos,  pelo Intercâmbio Socio-cultural Rondo Rossevelt.

O garoto estuda na mesma escola desde a 1ª série do ensino fundamental. Para a coordenadora pedagógica, Maria Do Carmo, o garoto é motivo de orgulho. “Ele escreve muito bem, é um ótimo aluno e tem trazido muito orgulho à escola ano após ano”, explica. Para o estudante, o apoio de toda equipe foi muito importante para o sucesso no concurso. “Eu estou sentindo muito orgulho, mas não só da minha redação, mas de toda a equipe da escola, que se empenhou. O resultado é muito gratificante, saber que todo este trabalho deu fruto”, afirma o estudante.

São cinco anos participando da competição. Em 2014, conseguiu a primeira colocação na fase estadual, e o sétimo na disputa com outros estados. Agora, ele explica que tem uma mistura de sentimentos ao representar o Brasil na disputa.  “Por um lado a gente fica com receio, de tanta responsabilidade, mas por outro, sinto muito orgulho de representar meu país”, afirma.

O garoto conta que o que mais chama atenção é o tema da mobilização: “O mundo em que eu quero viver quando crescer”. Para Leonardo, participar de um concurso vai muito além da disputa. “Nós somos aquelas pessoas que são responsáveis por fazer este mundo. Então eu foquei bastante no voluntariado, na sustentabilidade e no legado que várias pessoas antes de mim deixaram para gente, como Madre Teresa, Marthin Luther King, Chico Mendes. E mostrei que nós também somos a diferença, por que temos tudo que eles deixaram para gente e mais os nossos sonhos”, afirma Leonardo.

Fonte: G1

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA