quinta-feira, setembro 23, 2021

Foragido, Zé Trovão afirma que não se entregará até 7 de setembro

O caminhoneiro bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, ainda não se entregou à Polícia Federal, apesar do mandado de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nessa sexta-feira (3). Ele é investigado por organização de atos violentos para a próxima terça-feira (7). O caminhoneiro descumpriu ordem do STF e voltou a participar de transmissão em redes sociais, no último domingo (29). A decisão do ministro da Corte Alexandre de Moraes, que autorizou busca e apreensão, bloqueou redes sociais dele e proibiu que ele aparecesse em redes de terceiros.

Em entrevista ao jornalista Ricardo Ferraz, da Veja, o advogado de Zé Trovão, Levi de Andrade, disse que ele se entregará após o 7 de setembro, quando acontecerão os atos golpistas por apoiadores de Jair Bolsonaro, incluindo o caminhoneiro.

“Tentaram silenciar 10 líderes, mas se esqueceram que existem 10 mil líderes que vão às ruas no feriado da independência. A decretação da prisão vai insuflar ainda mais os manifestantes”, disse o advogado.

O pedido das prisões foi feito pela subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo, que chefia o inquérito.

Fonte: Alerta Rondônia

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

Prova de vida do INSS precisa ser feita por 37 mil segurados em Rondônia até 2022; veja como

Caiu para 37 mil o número de rondonienses que precisa fazer a prova de vida, segundo levantamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)...

Feirante é presa por matar homem a tiros em Porto Velho: ‘Ele vivia me ameaçando’

Uma feirante foi presa nesta terça-feira (21) em Porto Velho suspeita de matar um homem identificado como André Marinho Oliveira, de 36 anos, em...

Professores da rede municipal de ensino serão contemplados com notebooks

A Câmara Municipal de Vilhena aprovou R$ 3.180.630,97 para uso da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A deliberação aconteceu durante a 23ª sessão ordinária...