Genro defende afastamento de Vaccari do cargo de tesoureiro

Genro defende afastamento de Vaccari do cargo de tesoureiro

vacariO ex-governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro (PT) defendeu nesta segunda-feira (30) que se o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, não pedir seu afastamento do cargo, o comando nacional do partido deve fazê-lo preventivamente.

Na semana passada, a Justiça Federal do Paraná aceitou denúncia do Ministério Público e tornou o tesoureiro réu sob a acusação de corrupção no rastro da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

“Se ele for denunciado, e se a denúncia foi aceita como é a informação que nós temos, o partido deve pedir para que ele se afaste e, se ele não se afastar, afastá-lo preventivamente”, defendeu.

Sob pressão do comando petista, o tesoureiro tem sido pressionado a deixar o posto para evitar maior desgaste na imagem da sigla.
Ele, no entanto, avisou à cúpula da legenda que quer continuar no posto e pretende prestar depoimento à CPI da Petrobras, na Câmara dos Deputados, no exercício da função.

Genro participou na manhã desta segunda-feira (30) de reunião como o novo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, na capital paulista.

O petista defendeu que o PT passe por uma “renovação profunda” e adapte a sua visão programática ao “novo ciclo econômico e social do País”.

Fonte: FolhaPress
COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA