23.8 C
Nova Iorque
terça-feira, agosto 3, 2021

GIRO DE NOTÍCIAS – Conteúdo das redes sociais pode prejudicar candidato a emprego

Um panorâmico passeio sobre as assuntos que são notícias neste dia em Rondônia, no Brasil e no Mundo

PORTO VELHO – O uso excessivo, a difusão de fakes ou uso na hora do trabalho, podem fazer que um bom candidato a uma vaga de emprego seja colocado de lado pelo futuro empregador. Hoje as redes sociais não servem só como passatempo ou fonte de informações. Elas têm um papel real na busca por emprego e na contratação, além de permitirem um networking mais ativo.

FORA DAS REDES

Portanto, candidatos a empregos devem dar atenção ao que estão criando ou repassando. Isso pode causar problemas em pretensões e candidaturas.

INFLUENZA

A campanha contra a gripe Influenza vai até 6ª (9 de julho) e visa imunizar 79.744.770 brasileiros. Estados e municípios já receberam 73.067.630 de doses. Veja em https://qsprod.saude.gov.br/extensions/Influenza_2021/Influenza_2021.html.

VACINAS MAGNÉTICAS

Sobre possíveis prejuízos com vacinas, por exemplo que uma delas estaria funcionando como um imã no local onde foi aplicada, o imunologista Renato Kfouri, da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) nega que haja componente magnético nas vacinas nem ser possível criar campo magnético no corpo ao ser imunizado.

 EXPLICA

Segundo ele, há total segurança em todas vacinas fabricadas no mundo. Portanto, é hora de deixar os fakes. Todas as vacinas disponíveis no mundo, e as quatro disponíveis aqui no Brasil, têm em comum a alta segurança. São vacinas extremamente seguras, não relacionadas a efeitos colaterais graves. Todas têm uma excelente eficácia na prevenção das formas graves da covid-19”, afirma Kfouri.

O MS INFORMA

Conforme o Ministério da Saúde é normal algumas vacinas multidose – em frascos utilizados para mais de uma pessoa – usem timerosal – conservante à base de mercúrio usado para evitar a contaminação por bactérias e fungos. (agenciabrasil.ebc.com.br).

PREÇO MÍNIMO

Os preços mínimos para a safra de verão foram publicados ontem, 2, no Diário Oficial da União, com o reajuste médio aplicado, considerando as 12 culturas beneficiadas, foi de 19,76% e os reajustes variaram de acordo com o comportamento do custo variável da cultura e dos parâmetros econômicos que influenciam a formação de preços. O milho teve reajuste médio de 23,53%, definido em R$ 31,34/60 kg para as regiões Centro-Oeste (exceto MT), Sudeste e Sul e R$ 25,80/60 kg para o Mato Grosso e Rondônia.

SOJA

A soja teve aumento de 22,79%, ficando em R$ 55,55/60 kg. A informação é do Ministério da Agricultura.

PIB EM ALTA

As instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) elevaram novamente a projeção para o crescimento da economia brasileira este ano de 5,05% para 5,18%. Para 2022, a expectativa para Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – é de crescimento de 2,10%, percentual ligeiramente menor do que o projetado na semana passada (2,11%).

SEMANAL

O mercado financeiro manteve a projeção de expansão do PIB para 2023 e 2024, em 2,5%. As estimativas estão no boletim Focus de ontem (5), pesquisa divulgada semanalmente, em Brasília, pelo BC, com a projeção para os principais indicadores econômicos.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- anuncio-

Últimas Notícias