23.8 C
Nova Iorque
quinta-feira, julho 29, 2021

GIRO DE NOTÍCIAS – Literatura Amazônica pela ótica de Paulo Saldanha

Vacina vencida? Só faltava essa para coroar o brilhantismo administrativo dos nossos agentes públicas

PORTO VELHO – Membro das Academias de Letras de Rondônia e Guajaramirense de Letras, O escritor guajaramirense Paulo Saldanha, dono de uma rica lista de obras que tratam de personagens da história e da vida comum da região de fronteira, terá seu trabalho literário analisado no segundo dia do VI Encontro Universitário sobre Linguagem, Cultura e Sociedade, promovido pela Unir, de 26 a 30 deste mês.

A programação do encontro terá transmissão pelo Youtube, no canal DACL-GM.

TEMA

As obras do escritor fronteiriço serão analisadas durante o evento dentro da “mesa redonda” intitulada “Literatura Amazônica: História, Memória e Cultura na obra de Paulo Saldanha”, a ser apresentado pela palestrante professora/doutora Maria Auxiliadora Santos, da Unir/Guajará-Mirim.

VACINA

Atenção quem tomou vacina AstraZeneca até dia 19 de junho: você pode ter tomado vacina vencida, e pode conferir se entrou nessa “gelada” indo ao posto de saúde com sua carteira vacinal para registro de erros e receber orientações.

REVACINA

Visto o erro, você pode  tomar a vacina certa após 28 dias da errada. https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2021/07/milhares-no-brasil-tomaram-vacina-vencida-contra-covid-veja-se-voce-e-um-deles.shtml.

SEM PROBLEMAS

Segundo a fonte citada, o fato de tomar vacina vencida não causa problema para            quem tomou, mas a pessoa deve se vacinar corretamente. São 1,3 mil municípios que entraram na lista da vacinação errada. Em Rondônia, Porto Velho 17º lugar e Cacoal, 27º, são os que mais aplicaram a vencida.

ESTATÍSTICA

O número de óbitos por covid-19 no país vem caindo desde o dia 19 de junho e atingiu quinta-feira (1º) o mesmo nível de 9 de março, quando o gráfico subia de forma acelerada para o pico da segunda onda da doença no país. A incidência de casos cai de forma consistente desde o dia 23 de junho.   A informação consta dos gráficos da Monitora Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

SÃO PAULO

O estado de São Paulo não mostra a mesma tendência de queda acentuada nos óbitos, mantendo variações por volta de 550 mortes diárias na média móvel desde o dia 11 de junho. O estado registrou ontem 530,86 óbitos.

MORTES “OFICIAIS”

Bom lembrar que, conforme o diário oficial do Estado de São Paulo, em março do ano passado, todos os óbitos tinham de ser registrados tendo por causa a covid.

INFRAESTRUTURA

O Ministério da Infraestrutura divulgou ontem, 2, balanço das ações realizadas no primeiro semestre deste ano. Segundo a pasta, foram 51 entregas de infraestrutura de transportes e investidos mais de R$ 3 bilhões em novos empreendimentos e na retomada de obras. , uma delas a ponte sobre o Rio Madeira em Abunã . Segundo o balanço, o resultado abrange a restauração e a finalização de rodovias, construção de instalações portuárias e ferroviárias, além de melhorias no setor aeroportuário.

328 MIL EMPREGOS

Vinte e nove dessas obras foram concedidos à iniciativa privada totalizando R$ 17,85 bilhões em investimentos contratados. Segundo a pasta, esses ativos têm potencial de criar 338 mil empregos diretos, indiretos e efeito renda.

Por: JLA Cavalcanti e equipe, com informações da agenciabrasil.ebc.com.br

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- anuncio-

Últimas Notícias