RONDÔNIA – Em busca de mais uma vez apoiar a classe artística do Estado, o Governo de Rondônia, por meio da Superintendência da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), publicou nesta quarta-feira (17), o Edital nº 27/2021 com a 2ª edição do Maestro Alkbal para credenciamento e seleção de curadores que irão atuar na seleção de projetos inscritos nos futuros editais que serão lançados pelo Governo em Rondônia. O prazo de inscrição encerra no dia 01 de setembro.

De acordo com o superintendente da Sejucel, Jobson Bandeira, “o edital tem abrangência nacional na modalidade chamamento público e prevê a seleção de 100 (cem) curadores que ficarão à disposição da Sejucel com a formação de cadastro reserva para avaliação e seleção de projetos dos futuros editais, incluindo a curadoria aos editas da Lei Aldir Blanc, podendo ser convocados a qualquer momento para a prestação do serviço. Para essa seleção estamos usando recursos do Fundo Estadual de Cultura (FES), na ordem de R$ 400 mil”, salientou o superintendente.

PRE-REQUISITOS

Superintendente explica que a Sejucel vai usar recursos do FES, na ordem de R$ 400 mil

Podem se inscrever pessoas físicas e jurídicas, incluindo microempreendedor individual (MEI), residentes e domiciliados em todo o território nacional, para exercerem atividade de análise, emissão de parecer técnico e atribuição de notas para os projetos e propostas inscritos nos editais de premiação da Sejucel.

A seleção dará prioridade, primeiramente, aos curadores culturais residentes no estado de Rondônia e, caso não haja o número de curadores necessários e não havendo o preenchimento das vagas, serão selecionados curadores da Região Norte, em seguida das demais Regiões do Brasil, até compor o número necessário de membros por comissão, que será determinado pela Sejucel. A comissão de curadores culturais, nos editais que atenderão aos Povos Tradicionais Quilombolas e Indígenas, também será composta por curadores culturais quilombolas e indígenas, que deverão apresentar a autodeclaração, conforme prevê o edital.

O candidato a vaga de curador deve ter, no mínimo, dois anos de atuação comprovada na área para a qual pretende se credenciar, que inclui música, artes cênicas, literatura e letras português, audiovisual, artes visuais, culturas populares tradicionais e indígenas, patrimônio cultural material e imaterial, cultura afro-brasileira, artesanato, gastronomia, fotografia, moda e designer, gestão e produção cultural. Ainda estão entre as atribuições dos curadores está a indicação dos projetos de destaque para que sejam futuramente condecorados com “Menção Honorífica” pela Sejucel.

DAS INSCRIÇÕES

As inscrições gratuitas que iniciaram nesta quarta-feira (18) exclusivamente via internet, através do endereço eletrônico: Sistema de Apresentação de Propostas Culturais – SAP, encerram às 23h59min do dia 01 de setembro, conforme o cronograma de execução do edital. Esta 2ª edição Maestro Alkbal do Edital de Credenciamento e Seleção de Curadoria visa atender os editais do Estado de Rondônia está previsto na Lei nº 14.017/2020 (Lei Emergencial de Abrangência Nacional).

MAESTRO ALKBAL

José Alkbal Sodré nasceu em Porto Velho, dedicou sua vida à produção musical de artistas da Capital e se tornou conhecido como músico profissional e professor nas escolas de música. Por algum tempo, coordenou a Banda do Vai Quem Quer, participando ainda da Banda Carijó, do Galo da Meia Noite, e maestro do Quarteto dos Cobras. Ele foi o arranjador preferido pelos compositores de Porto Velho e chegou à presidência da Ordem dos Músicos de Rondônia. Começou tocando instrumentos de corda, cavaquinho, violão, banjo, contra baixo e piano. Em seu Estúdio Verde Alkbal se tornou um dos principais nomes da formação cultural musical em Porto Velho.

 

Texto: Andréia Fortini
Fotos: Daiane Mendonça