23.8 C
Nova Iorque
quinta-feira, julho 29, 2021

Laerte Gomes alerta sobre risco de Ji-Paraná perder obra de esgotamento sanitário por falta de qualificação de técnicos do PAC

Parlamentar cobrou uma ação imediata do Programa de Aceleração do Crescimento e sugeriu exoneração da atual equipe técnica

JI-PARANÁ – Na sessão da Assembleia Legislativa de terça-feira (29), o deputado Laerte Gomes afirmou que o município de Ji-Paraná está prestes a perder a maior obra do estado de Rondônia no momento, o esgotamento sanitário da cidade. Segundo Laerte Gomes, isso se dá “por de qualificação técnica do PAC”.

“Uma obra de mais de R$ 150 milhões, que precisa da readequação do projeto, por se tratar de um projeto antigo, e o PAC, assim como o DER, não toma uma iniciativa. Jogam o problema para a Caixa Econômica Federal, que por sua vez, disse em uma reunião que, inclusive, participei, que quem tem que tomar um posicionamento é o DER através do PAC. Mas, infelizmente, membros da equipe técnica do PAC não têm capacidade técnica e conhecimento nesta área”, declarou o deputado.

Na tribuna, o parlamentar direcionou sua palavra ao Governo do Estado, a quem disse desejar fazer um apelo.

“Que o Governo contrate técnicos com conhecimento para analisarem os projetos. Caso contrário, acontecerá o mesmo que ocorreu em Porto Velho, que perdeu o recurso do esgotamento sanitário da capital, um tipo de obra que pode ser considerada a mais importante para a população de uma cidade”, ressaltou o deputado.

Segundo Laerte Gomes, o atual projeto estaria com várias pendências, entre elas, a falta de consenso entre a equipe do PAC e engenheiros da Caixa Econômica Federal (CEF). Para o parlamentar, a falta de decisão e de conhecimento técnico dos membros do PAC envolvidos no projeto de saneamento de Ji-Paraná só poderá ser resolvida com a substituição da atual equipe.

“Tem que exonerar imediatamente e colocar técnicos com conhecimento e qualificação de verdade. Só assim, volto a dizer, o Governo não perderá a obra mais importante da história dessa cidade. Que realmente seja tomada uma medida urgente, pois no futuro, a população de Ji-Paraná cobrará fortemente, caso a cidade venha perder essa obra”, concluiu o deputado.

 

 

Texto: Juliana Martins-ALE/RO

Foto: Diego Queiroz-ALE/RO

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- anuncio-

Últimas Notícias