sexta-feira, setembro 24, 2021

Lenha na Fogueira – Grupo Teatral Êxodo empossa nova diretoria

Em solenidade que aconteceu na tarde de ontem, quinta feira dia 05, na Casa da Cultura Ivan Marrocos o Grupo Teatral Êxodo empossou a diretoria, que, sob a presidência de Joel Limoeiro vai comandar o Grupo nos próximos quatro anos.

***********

Joel contará com os diretores: vice-presidente professor Wildevan Lima, tesoureiro o artista plástico João Zoghbi, cenógrafo Roberto Matias, e os atores Waldemar Nazareno, Carlos Noé e Augusto Guedes, suplentes Célia Maria e Maria Mendonça.

**********

Foi muito bacana a presença do ex prefeito de Porto Velho Carlinhos Camurça. Na realidade, Camurça enquanto prefeito muito fez pela modernização da cidade cenográfica Jerusalém da Amazônia além de a época, atuar como importante ‘garoto’ propaganda da peça, acompanhando a direção do Grupo até Manaus onde negociaram com o Sr. Phelippe Daou a transmissão via Rede Amazônica de Televisão da peça. “Daí para a frente, nosso Grupo cresceu, chegando a peça ‘O Homem de Nazaré’ a ser transmitida via televisão para o mundo”.

***********

Foi uma homenagem/reconhecimento merecida. Isso prova que a nova diretoria do Grupo Êxodo vem com vontade de fazer o que for possível, para transformar a Jerusalém num grande produto cultural.

**********

“Temos como meta, transformar a Jerusalém da Amazônia num polo cultural/turístico da região Norte. Assim que essa Pandemia passar, vamos realizar grandes eventos e encontro culturais. A Jerusalém será palco de espetáculo de Quadrilha Junina e Boi Bumbá assim como de outras peças teatrais e encontro culturais de modo geral”, disse o presidente Joel Limoeiro.

**********O ex presidente José Monteiro lembrou a colaboração do então prefeito Carlinhos Camurça e se colocou à disposição para colaborar com a nova diretoria.

**********

O discurso que mais chamou a atenção dos presentes, foi o proferido pelo vice-presidente professor Wildevan Lima. “Quando cheguei aqui ainda era um jovem recém-saído da adolescência e me deram logo a incumbência de ser o Sonoplasta da peça e ainda era na base da Fita Cassete. Hoje homem formado, assumo a vice-presidência do Grupo que me viu crescer”.

***********

Quem prestigiou a posse da nova diretoria do Grupo Êxodo foi o eterno Jesus Cristo Omedino Pantoja que foi muito bem citado pelo Waldemar Nazareno, além de ser convidado a se colocar em lugar de destaque para receber os aplausos do público presente.

***********

Outro ponto positivo da solenidade, foi a presença de representantes da Superintendência da SEJUCEL e Superintendência de Turismo Estadual – SETUR, além da presidente da Fundação Cultural do Estado de Rondônia e a diretora da Casa da Cultura.

**********

Só quem não prestigiou a posse da nova diretoria do Êxodo foi o governo municipal. Não compareceu nenhum represente da Fundação Cultural de Porto Velho – FUNCULTURAL ou de qualquer órgão municipal. Achamos estranho a ausência de autoridades municipais, lembrando que o prefeito Hildon Chaves na última apresentação da peça, fez questão de marcar presença durante a encenação e prometeu colaborar com o que for possível para que o Grupo Êxodo continue encenando a peça.

**********

Será que esqueceram de enviar convite as autoridades municipais?

*********

O certo foi que há muito tempo não víamos os integrantes do Grupo Êxodo tão unidos, como observamos na solenidade da posse da Nova Diretoria.

**********

SUCESSO!

(FOTOS DE Ana Célia Santos)

 

 

 

 

 

Por Silvio Santos

Publicação anterior

Advertisment

Outras notícias

Coluna Marisa Linhares 23 de setembro de 2021

CASAMENTO CIVIL Em Campo Grande/MS, na última terça-feira, DIA 21, minha filha caçula FERNANDA LINHARES TRAVENÇOLO se casou no civil com ALEXANDRE PAULITSCH, sócio proprietário...

Prova de vida do INSS precisa ser feita por 37 mil segurados em Rondônia até 2022; veja como

Caiu para 37 mil o número de rondonienses que precisa fazer a prova de vida, segundo levantamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)...

Feirante é presa por matar homem a tiros em Porto Velho: ‘Ele vivia me ameaçando’

Uma feirante foi presa nesta terça-feira (21) em Porto Velho suspeita de matar um homem identificado como André Marinho Oliveira, de 36 anos, em...