Ministério envia kits com remédios e insumos às vítimas de Rondônia

remediosO Ministério da Saúde irá contribuir para a assistência à população do estado de Rondônia, após o grande volume de chuvas ocorridas, o que ocasionou o rápido aumento do nível das águas do Rio São Domingos. Como consequência, há 4.172 desabrigados e 148 desalojados no estado. O Ministério da Saúde enviou cerca de duas toneladas de medicamentos e insumos, que chegaram nesta segunda-feira (30), em Porto Velho, no Estado de Rondônia. Ao todo foram enviados oito kits. Cada unidade pesa 240 quilos e tem capacidade para atender a cerca de 1,5 mil pessoas ao mês. São 30 tipos de medicamentos e 18 insumos, incluindo antibióticos, anti-inflamatórios e ataduras.

Na última semana, o Ministério da Saúde também enviou, como procedimento de rotina, 375 mil frascos de hipoclorito – utilizado como suporte no tratamento de água. Casos seja solicitado o envio de uma cota extra, serão enviados novas quantidades como parte do estoque estratégico do composto químico mantido pelo Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde também conta com profissionais de saúde voluntários da Força Nacional do SUS (FN-SUS) para apoiar estados e municípios quando necessário. Atualmente a FN-SUS possui um cadastro com 12.869 voluntários capacitados para atuar em situações de alagamentos, enchentes e deslizamentos, entre outros.

FORÇA NACIONAL DO SUS – A Força foi criada, em novembro de 2011, para agir no atendimento às vítimas de desastres naturais, calamidades públicas ou situações de risco epidemiológico e desassistência quando for superada a capacidade de resposta do estado ou município. Desde a sua criação, a Força participou de outras 28 missões de apoio em caso de desastres naturais, na gestão de grandes eventos, desassistência tragédias.

O Ministério da Saúde possui, ainda, laboratórios móveis para análise da qualidade da água, telefones satelitais, mobiliário, equipamentos e nove unidades móveis de Posto de Atendimento Avançado (PAA), em caso de necessidade. Possui também estoque adicional de ampolas de soro para uso em acidentes com animais peçonhentos e kits de diagnóstico para leptospirose.

Para que a Força Nacional do SUS seja acionada, o município ou o estado deve decretar situação de emergência, calamidade ou desassistência, solicitando o apoio do Ministério da Saúde. Com isso, é deslocada uma equipe para a chamada missão exploratória, quando profissionais vão até o local para fazer um diagnóstico da rede de saúde e verificar a necessidade de apoio em relação a equipamentos, insumos e profissionais de saúde.

Fonte: www.blog.saude.gov.br

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA