Mobilidade urbana da capital tem prioridade

kassabO projeto de mobilidade urbana do município de Porto Velho prevê investimentos de R$ 90 milhões, com contrapartida de 5% da prefeitura, e terá prioridade dentro da proposta orçamentária do governo federal em 2016. O anúncio foi feito pelo ministro Gilberto Kassab, durante reunião de trabalho na manhã de ontem com o prefeito Mauro Nazif (PSB).

Kassab esteve acompanhado da equipe técnica do ministério e explicou ao prefeito e secretários do município que os recursos destinados ao projeto estarão inseridos na próxima seleção, que acontece no final do segundo semestre. “A ideia é reduzir os obstáculos e encurtar o tempo na liberação dos recursos junto a União. Foi com essa missão que trouxemos a nossa equipe técnica”.

Nazif disse que o projeto básico está concluído. O segundo passo é concluir o projeto executivo. O investimento no município prevê sistema de monitoramento de tráfego, aeromóvel, transporte fluvial, terminal, VLP e transporte coletivo. Técnicos do ministério receberam orientação de priorizar os investimentos no município e passarão a vir com mais frequência na capital para acompanhar o andamento do projeto executivo.

Minha Casa Minha Vida 3

Antes de uma reunião com o prefeito, o ministro Gilberto Kassab participou de uma reunião com o governador Confúcio Moura (PMDB). Na ocasião, o ministro anunciou que o governo está trabalhando o lançamento da novas fase do programa Minha Casa, Minha Vida 3, que prevê a construção de novas unidades habitacionais no Estado para atender as demandas.

“A visita em Porto Velho, além de conhecer as demandas do município, está servindo para ajustar os investimentos aplicados na capital, além de facilitar a incorporação de novos projetos e atender as necessidades da população em habitação, saneamento básico e regularização fundiária”, disse o ministro.

Água e Esgoto

Nesta sexta-feira está prevista a contratação, via Regime Diferenciado de Contratação (RDC), das obras de abastecimento de água e saneamento básico na zona Sul de Porto Velho. O Consórcio Cosatel foi o vencedor da licitação. A obra também será financiada pelo Ministério das Cidades. No total, serão aplicados R$ 600 milhões no sistema de abastecimento do município. Ao todo, no Estado, o Ministério das Cidades investiu R$ 1,3 bilhão.

Fonte: Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA