Muro de escola cai e crianças ficam expostas em Guajará-Mirim, RO

escola
Depois de forte chuvas, o muro da escola municipal Floriza Bouez, em Guajará-Mirim, município a 330 km de Porto Velho, foi derrubado, deixando os alunos da unidade municipal expostos e professores temem pela segurança do local. A prefeitura deve consertar o muro quando o período de chuvas na região cessar.

A chuva que derrubou o muro aconteceu no dia 21 de março. Desde então, as crianças correm riscos dentro da escola, pois o espaço aberto deixa a escola com livre acesso. Para tentar amenizar o perigo, os intervalos de quinze minutos são monitorados pelos professores, que acompanham de perto os alunos, mas não é o suficiente. Com o efetivo pequeno, crianças podem dispersar do grupo.

Segundo a diretora, existe o medo de alguém invadir, como já aconteceu. “Não é fácil o controle das crianças, pois temos uma equipe pequena. Crianças podem escapar e podem entrar pessoas. A gente trabalha com medo. Já entraram aqui e levaram meu celular”, conta Elma Janete Bormann, diretora da unidade.

Ainda segundo a diretora, foi solicitado para a secretaria de educação a presença de um profissional para realizar a obra, mas por enquanto, a reforma é inviável. “Nos informaram que não podemos fazer agora porque continua chovendo. Ele ainda está com infiltração grande e só poderemos mexer quando parar a chuva”, afirma Bormann.

Fonte: G1

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA