quarta-feira, junho 29, 2022

Nova pesquisa para deputado estadual da Brasil Dados aponta novos nomes mas mantém com mandatos na ponta

Marco Vasques, pré-candidato que representa a região de Cacoal aparece bem na pesquisa

Análise da nova pesquisa da Brasil Dados para deputado estadual. Em uma sociedade que nada relacionado à política tem um mínimo de credibilidade, qualquer pesquisa registrada no TRE serve como farol para orientar os inúmeros candidatos ao cargo

O Instituto Brasil Dados divulgou hoje, mais uma pesquisa realizada pela entidade, desta vez para o cargo de deputado(a) estadual. A par de acreditar ou não em pesquisas, alguns aspectos são sintomáticos.

O primeiro deles é que os que aparecem na dianteira são, de fato, os nomes com mandatos e cujas agendas parlamentares se destacam entre os 24 membros da Assembleia Legislativa do estado. É o caso de Alex Redano (Republicanos) e Laerte Gomes (PSD), por exemplo. Se isso se traduz em qualidade do mandato, é uma tarefa para os eleitores descobrirem até o dia 2 de outubro. O segundo aspecto é que, dentre os 24 primeiros colocados, apenas 11 possuem mandatos, o que pode sugerir que há espaço para renovação no Parlamento de Rondônia

Por outro lado, alguns nomes com mandatos aparecem na pesquisa em posições muito incomodas, considerando-se que estão no quarto ano do mandato que, por sua vez, deveria ser meio de acúmulo político e não o contrário. São os casos de Jhony Paixão (PSDB) e Ismael Crispim (PSB). Ou estes parlamentares fizeram mal uso do gabinete que ocuparam na ALE, ou não souberam comunicar bem o que fizeram – se é que fizeram algo de bom para os eleitores. Eyder Brasil (PL) aparece bem posicionado.

A pesquisa mostra, também, que alguns nomes já conhecidos no meio político estão sendo revitalizados pelos eleitores. Notei o caso de Carlinhos Camurça, Cláudio da Padaria e Sid Orleans (PT). É incerto afirmar as razões para isso. Pode ser saudosismo resultante da frustração com quem os sucederam ou, simplesmente. um trabalho de pré-campanha agressivo e eficiente.

Mas, o aspecto alentador da pesquisa do Brasil Dados é a quantidade de pessoas debutantes na política que buscarão mandatos nas próximas eleições. E dos mais variados perfis, segmentos e classes. Têm trabalhadores, empresários, profissionais liberais e, claro, os arrivistas de ocasião. Me chamou a atenção o caso de Estenio Junior  (PSDB), da Suco Quero, aguerrido empresário do Distrito Industrial, a professora Liana, militante ativa das causas educacionais e da assistente social Luciana Bezerra, comprometida com os mais pobres

A pesquisa do Instituto Brasil Dados foi realizada entre os dias 25 e 30 de maio, com 900 eleitores e coordenada pelo matemático Luiz Gonzaga Dutra. Registrada no TER sob o número RO-06030/2022, com margem de erro de 3,27% para mais ou para menos e 95% de nível de confiança.

 

 FONTE/CRÉDITOS: maisro


Veja mais+

- Advertisement -

Veja Mais Notícias