Passagens dos ônibus interestaduais e internacionais vão ficar até 7,7% mais caras

PassagensAs passagens dos ônibus interestaduais e internacionais vão ficar até 7,708% mais caras a partir de 1º de julho, conforme resolução da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicada na edição de ontem do Diário Oficial da União. O último aumento, em igual dia de 2014, foi de 4,792%. O reajuste na tarifa do serviço ocorre anualmente por força da Resolução 1.627/2006.

Com isso, a passagem de Belo Horizonte para Belém (PA), destino interestadual mais longo com saída da capital mineira (2.810 quilômetros), poderá passar dos atuais R$ 466,55 para R$ 502,51. Já a viagem para Três Rios (RJ), a interestadual mais próxima de BH (331 quilômetros), poderá aumentar de R$ 59,09 para R$ 63,64.

O percentual para 2015 ficou abaixo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) no acumulado de julho de 2014 a junho desse ano (8,8%). Calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA-15 é uma prévia do IPCA, a inflação oficial do país. O IPCA de junho será divulgado somente na primeira quinzena de julho.

Para chegar a um percentual anual de reajuste dos ônibus, a ANTT informou que usa coeficientes tarifários máximos que levam em conta diferentes planilhas, como custos com instalações, equipamentos, pessoal, depreciação de material, remuneração de capital, combustíveis, lubrificantes, pneus, peças, acessórios e administração. Também são levadas em conta estimativas com tributos, seguros, gratuidades em passagens determinadas por lei, além das despesas com parâmetros operacionais, como o percurso médio anual e a lotação média da frota.

Diante dessas planilhas, a ANTT alegou que o novo reajuste ocorre para manter o “o equilíbrio econômico-financeiro das permissionárias (empresas com permissão ou licença autorizada pela Justiça) e autorizatárias (firmas autorizadas pela agência para prestar o serviço temporariamente)”.

A medida, contudo, não atingirá o bolso dos usuários do chamado transporte rodoviário interestadual e internacional semiurbano, ou seja, aquele cuja corrida não é de longa distância. O reajuste para esse tipo de transporte será feito por meio de ato específico, mas a Agência Nacional de Transportes Terrestres não informou quando isso ocorrerá.

TAXAS DE EMBARQUE

O departamento de comunicação do terminal rodoviário Governador Israel Pinheiro, em Belo Horizonte, inaugurado em 1971 com o rótulo de o maior (45,5 mil metros quadrados) e o mais moderno da América Latina, informou que os valores das taxas de embarque só serão reajustados em janeiro do ano que vem. Atualmente, nas viagens interestaduais, qualquer que seja a distância, a taxa de embarque é de R$ 4.

Nas viagens intermunicipais, o custo é gratuito para destinos até 40 quilômetros da capital mineira. De 40,01 quilômetros a 80 quilômetros, fica em R$ 0,50. De 80,01 quilômetros a 100 quilômetros, R$ 2,25. A partir dessa distância, a taxa custa R$ 3,15. O terminal recebe diariamente, em média, cerca de 40 mil pessoas. Anualmente, aproximadamente 17 milhões de homens e mulheres passam pelo local.

Fonte: Em.Com.br

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA