PC de Vilhena encerra inquérito onde homem foi esfaqueado por causa de um ‘tapa’ no rosto, em Chupinguaia

(Foto: Ilustrativa)

A Polícia Civil de Vilhena, por meio da Delegacia de Homicídios, encerrou um inquérito envolvendo a tentativa de homicídio cometida pelo suspeito F.H.T.C contra a vítima J.P.S, em 2011. Os detalhes foram contados pelo Delegado da Polícia Civil, Núbio Lopes, nessa sexta-feira (26 de fevereiro).

Segundo Núbio, o desenrolar dos acontecimentos começou em um bar na cidade de Chupinguaia, conhecido como “bar do Nego liso”, no dia 16 de setembro de 2011. Estavam no estabelecimento: a vítima, o irmão da vítima e o agressor, conversando e bebendo como amigos.

No entanto, em determinado instante a vítima teria ofendido o dono do bar, decidindo ir para o estabelecimento ao lado junto com os companheiros. Quando chegaram ao novo comércio, o agressor repreendeu a vítima perguntando ‘porque ele havia ofendido o outro homem’.

Com a repreensão, a vítima teria agredido o suspeito no rosto. Foi então que o homem saiu do local, foi até o bar do Nego liso, pegou uma faca na cozinha do estabelecimento e voltou para onde estavam os amigos. Já no bar, ele desferiu algumas facadas contra a vítima, antes de fugir.

A vítima foi socorrida ao Hospital Regional de Vilhena, onde recebeu os cuidados necessários. O suspeito se entregou em um posto policial na cidade de Chupinguaia. A Polícia Civil decidiu, avaliando os acontecimentos, representar o agressor por tentativa de homicídio privilegiado (cometido logo após uma injusta provocação da vítima, que foi a agressão no rosto).

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA