Polícia resgata bebê supostamente mantido como garantia em boca

BebeA ação da Polícia Civil realizada no início desta quinta feira (30), resultou no resgate de um bebê recém-nascido, que estava supostamente mantido em cárcere privado, como forma de garantia de pagamento do consumo de droga.

O bebê é o mesmo que dias atrás divulgamos o seu nascimento dentro de uma viatura do Corpo de Bombeiros .

Embora a polícia acredita que a criança estava assegurada na boca de fumo para garantir a quitação de divida com entorpecentes, a mãe do bebê, afirma que deixou a criança no local com as duas infratoras Adilca Claudia de Oliveira e uma menor, apenas para ser cuidada, mas as acusadas não quiseram mais devolver a criança.

Diante disto, a mãe do bebê procurou a Policia Civil, que foi até à residência localizada na Rua Primeiro de Maio, 3385, setor 06, resgatou o bebê e ainda encontrou, porções de entorpecentes, sendo 14 pedras de crack, uma porção de maconha, outra de cocaína em pó e objetos como um televisor, uma balança, uma máquina fotográfica e R$ 553,00 em espécie.

O delegado Dr. Salomão de Matos, que preside o inquérito, flagranteou as acusadas pelo crime de tráfico de drogas e penalidades incumbidas no crime de subtração de incapaz.

Fonte: jaruoline

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA